• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

FONTE E RIO

 

Incontestavelmente o rio não existiria sem a existência anterior de uma fonte. A fonte é o início para uma jornada de um rio com incontáveis momentos e desdobramentos em seu percurso. Enquanto a fonte permanece estável, o rio ao contrário, enfrentando curvas e obstáculos, cumpre por onde passa, não só o dever de dessedentar as pessoas com sua água. A fonte é caridosa, o rio é benevolente.

Essa alusão nos leva a comparar fonte e rio com pessoas ativas e proativas.

A fonte cumpre sua missão. Quem dela necessitar, precisa ir ao seu encontro. Não recusa auxílio, no entanto, fixada onde está, sua paisagem permanecerá sempre a mesma. Nada além de fornecer água.

Pessoas ativas são FONTES, sempre disponíveis em auxiliar quem delas necessitar.

Já o rio, proporciona variadas possibilidades ao formar praias para diversão e lazer, fornece alimento e trabalho ao pescador, auxilia na criatividade dos sonhadores ao mirarem um por do sol espelhado em suas águas, cumprindo enfim sua principal tarefa que é a de auxiliar na umidade de plantações e a própria vida humana ao longo de suas margens.

Pessoas proativas, são como RIOS, que não esperam para auxiliar, são os chamados anjos bons que surgem do nada em auxílio dos mais necessitados. Não aguardam o pedido para agir, pelo contrário, antecipam sempre suas ações movidos pelo sentimento cristão de amar o próximo, indo ao encontro das situações em que possa ser útil.

Se a fonte é indispensável para a existência do rio, pessoas ativas igualmente são fundamentais para o surgimento de seres mais espiritualizados transformarem-se em exemplos propulsores de proatividade, alcançando dessa forma a transformação se não do Planeta, que seja a transformação do quarteirão e do bairro em que vivem.

Se nossa postura já nos mostra como fontes ativas, auxiliando aos que nos buscam, sejamos de agora em diante os rios da caridade, da abnegação, do amor, do carinho, do perdão, das boas ações.

Fazer o bem faz bem! Não ao próximo, mas para quem antecipa-se à solicitação do necessitado. A caridade (fonte), é ativa, a benevolência (rio), é proativa.

Danilo Schilling

Jornal A FOLHA DO LITORAL

Relacionados

Open chat