• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

O QUE É DE FATO UM TALENTO?

No dicionário Aurélio, talento é definido como inteligência excepcional, algo que pode ser capturado pelos testes que medem o coeficiente de inteligência, o QI. No cotidiano das empresas, a definição de talento ganha outros contornos e a avaliação é muito mais prática. No dia-a-dia, o profissional é considerado ?fora da curva?, como se diz no meio corporativo, quando consegue transformar seus conhecimentos em resultados.

Para as empresas o atributo que melhor descreve um colaborador excepcional está associado a uma característica que a cultura daquela companhia valoriza. Uma pesquisa feita entre as cem melhores empresas para se trabalhar revela algumas das habilidades que elas atribuem aos talentos. No conjunto, elas representam as qualificações que o mercado mais busca em um candidato a uma vaga de emprego.

A maioria das empresas, valoriza a alta performance. Ou seja, profissionais capazes de bater suas metas repetidas vezes, independentemente do contexto. São pessoas que ao comentar seus projetos mostram que põem a mão na massa. Elas têm um perfil tático e ao mesmo tempo operacional, pois não ficam esperando as coisas acontecerem. Sabem o que tem que fazer para chegar lá e fazem.

Outra competência mais destacada está relacionada à capacidade do profissional de assumir novos desafios. Você deve estar se perguntando: ?Como é que os recrutadores reconhecem um candidato com essas aptidões??

O segredo está em identificar se o candidato trabalha ou trabalhou em projetos interdisciplinares, como ele reage diante da rotina e se pede para ser incluído em projetos mais desafiadores.

Certamente não é uma tarefa fácil, visto que em entrevistas, alguns candidatos conseguem relatar com muita convicção e propriedade até mesmo aquilo que não vivenciaram, tudo para conseguir um emprego.

Mas como as grandes empresas fazem para mapear seus talentos?

Pense em uma empresa com mais de 5.000 funcionários, é um grande desafio. É necessária uma avaliação de desempenho anual e a partir daí, é classificada a performance do colaborador em baixa, sólida, superior ou excepcional, que corresponde aos talentos da empresa.

Tanto no nível administrativo quanto operacional, as avaliações de desempenho feitas pelo superior direto devem ser calibradas por pares do colaborador, funcionários de outras áreas que tenham contato com ele.

Essas avaliações de desempenho definem ainda o treinamento ao qual o talento será submetido para atingir o próximo degrau na sua carreira na companhia. Todo mundo é importante, mas não dá para afirmar que todo mundo é um talento, pois talento é aquele que tem um desempenho diferenciado e potencial para ocupar posições de maior responsabilidade.

É um profissional que tem uma inquietação interna, consegue colocar seu potencial em prática e precisa estar inserido num ambiente de desafios, e que consegue ir além de suas tarefas diárias sem que ninguém solicite nada.

A palavra chave então é ATITUDE. Por mais conhecimento que tenha se o colaborador não tiver atitude não conseguirá transferir o seu conhecimento e demonstrar seu verdadeiro potencial.

Fonte: Graciela Roth Colle – Consultora Empresarial LauCa Treinamentos & Desenvolvimento e Pós Graduada em Gestão de Pessoas.

 

Fonte: Graciela Roth Colle

Relacionados

Open chat