• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

O CARVÃO

 

Um homem que frequentava regularmente reuniões com os seus amigos, sem nenhum aviso, deixou de participar das suas atividades.

 

Depois de algumas semanas, numa noite muito fria, um integrante do grupo decidiu visitá-lo.

 

Encontrou o homem em casa, sozinho, sentado em frente a uma lareira, onde ardia um fogo brilhante e acolhedor.

 

Adivinhando a razão da visita, o homem deu-lhe as boas vindas e convidou-o a sentar-se junto à lareira.

De seguida, fez-se um grande silêncio.

 

Os dois homens só contemplavam a dança das chamas em torno dos troncos de lenha que crepitavam na lareira.

 

Após alguns minutos, o visitante, sem dizer nenhuma palavra, examinou as brasas que se formavam e selecionou uma delas, a mais incandescente de todas, retirando-a para um lado do braseiro, com um alicate.

 

Voltou então a sentar-se.

 

O anfitrião prestava atenção e, em pouco tempo, a chama da brasa solitária diminuiu, até que só houvesse um brilho momentâneo e o fogo apagou-se…

 

De repente, em pouco tempo, o que era uma amostra de luz e de calor, não passava de um negro, frio e morto pedaço de carvão.

 

Poucas palavras tinham sido ditas desde a saudação.

 

O visitante, antes de se preparar para sair, pegou no alicate pegou no carvão frio e inútil, e colocou-o de novo no meio do fogo.

 

De imediato, a brasa voltou a acender-se, alimentada pela luz e calor dos carvões ardentes ao seu redor…

 

…e o anfitrião disse-lhe: “Obrigado pela sua visita e pela sua bela lição, vou voltar para o grupo”.

 

Por que é que os grupos se extinguem?

 

É muito simples: porque cada membro que se afasta, perde fogo e o calor dos outros.

 

Aos membros de um grupo vale a pena lembrar que eles fazem parte da chama.

 

É bom relembrar que todos somos responsáveis por manter acesa a chama de cada um, e devemos promover a união entre todos, para que o fogo seja realmente forte, eficaz e duradouro.

 

Não importa se às vezes nos sentimos incomodados com tantas mensagens que chegam no chat, o que importa é estarmos conectados, em silêncio alguns, outros muito ativos, com diferenças de opinião e caráter.

 

Os amigos quando se reúnem é com o intuito de se conhecerem, aprender, trocar ideias, ou simplesmente saber que não estão sozinhos, que há um grupo de Amigos e Familiares com quem podem contar.

 

Vamos manter a chama viva.

 

Mesmo que alguns se comuniquem esporadicamente, é bom sabermos que estamos mantendo a nossa chama acesa!

 

Isto vale também para aqueles com os quais nos relacionamos no dia a dia, mesmo com um BOM DIA/NOITE, através de contacto pessoal, sem que faça parte de um grupo, mas que estejamos sempre a comunicar, e mantendo a chama acesa.

 

Sendo assim, OBRIGADO a cada um de vocês por fazerem parte da minha fogueira!!!

Relacionados

Open chat