• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Ninguém vive só

 

“Ninguém é uma ilha”, já disse um célebre escritor. Todos os seres humanos dependem uns dos outros para sobreviverem dignamente, mesmo que nas mínimas condições. Não é preciso ir longe para constatar isso.

 

O individualismo ou o exclusivismo só existem, ou só podem existir, na personalidade de cada pessoa, pois, cada uma tem a sua. Mas, na vida, tudo funciona em sistema de parceria, de interdependência, porque ninguém sabe tudo, ninguém pode tudo, e ninguém faz tudo.

 

Um exemplo claro e simples são as árvores: para se manterem precisam das raízes, as raízes precisam de um solo firme e fecundo, e um solo para ser fecundo precisa da chuva, do sol e dos benefícios da natureza.

 

O engenheiro, por mais sábio que seja, precisa do construtor, que por sua vez precisa do pedreiro, do servente, do ferramenteiro, do encanador, do eletricista, do pintor e de tantos outros profissionais burocráticos para que a obra seja finalizada e entregue adequadamente.

 

É importante nos lembrarmos sempre de que, tudo o que adquirimos, é fruto do trabalho e da dedicação de alguém e, por isso mesmo, todos precisam ter seus valores reconhecidos, por mais simples que tenham sido suas tarefas. Esta interdependência é fundamental para o ciclo da vida.

 

Portanto, não há como não reconhecermos que precisamos da companhia, da força de trabalho e da participação do nosso semelhante para vivermos bem e melhor. Esta dependência é cabalmente provada na verdade insofismável da nossa existência: para a materialização da nossa vida, foi imprescindível a cumplicidade de um homem e de uma mulher.

 

Lembremos-nos dessas verdades. Ninguém vive sozinho, e é necessário que tudo seja feito em conjunto, unindo as forças. Por que nos isolarmos se dependemos uns dos outros? Valorizemos o trabalho do nosso semelhante!

Relacionados

Open chat