• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Não permitas que te chamem Velho!!

Na juventude a beleza é um acidente da natureza.
Na velhice, é uma obra de arte.
A arte de envelhecer consiste em conservar alguma esperança.
A maturidade é a arte de viver em paz com com o que é impossível mudar.
Quando envelhecemos a beleza se converte em qualidade interior.
Para o profano a terceira idade é inverno;
para o sábio, é a estação
da colheita.
Nos olhos dos jovens
vemos chamas, mas é nos olhos
dos mais velhos onde vemos a luz.
Não é velho aquele que perde os cabelos
mas, sim , sua última esperança.
Não é velho o que leva em seu coração
o amor sempre ardente.
Não é velho o que mantém sua fé em si mesmo,
o que vive saudavelmente alegre, convencido de que
para o coração não há idade.
Pensando bem, não somos tão velhos,
o que acontece é que temos
muitas juventudes acumuladas.
Amamos as catedrais antigas, os móveis antigos, as moedas antigas, as pinturas antigas e os velhos livros, mas nos esquecemos por completo do enorme valor moral e espiritual dos anciãos.
Temos que agradecer a nossa idade pois,
a velhice é o preço de estarmos vivos.
Então, ? Avante !
Não haverá força capaz de deter a quem sonha, quem ainda constroi sobre as cinzas, quem ama,
quem espera da vida o momento mágico de uma ilusão,
quem não esquece que o tempo passou;
sim,? mas, não levou consigo teu coração.
Portanto, sonha, constroi, ama, espera, e ?
não permitas que te chamem velho!!

 

Fonte: Desconhecida

Relacionados

Open chat