• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Mensagens de Chico Xavier

Cada dia que amanhece assemelha-se a uma página em branco, na qual gravamos os nossos pensamentos, ações e atitudes. Na essência, cada dia é a preparação de nosso próprio amanhã.

A desilusão é a visita da verdade.

“Nós seres humanos, estamos na
natureza para auxiliar o progresso
dos animais, na mesma proporção
que os anjos estão para nos auxiliar.
Portanto quem chuta ou maltrata um
animal é alguém que não aprendeu a
amar”

Que eu não perca a vontade de doar este enorme amor que existe em meu coração, mesmo sabendo que muitas vezes ele será submetidoa provas e até rejeitado.

Tudo que criamos para nós,
de que não temos necessidade,
se transforma em angústia, em depressão…

“A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior perdoa, a inferior condena. Tem coisas que o coração só fala para quem sabe escutar!”

Lembremo-nos de que o homem interior se renova sempre. A luta enriquece-o de experiência, a dor aprimora-lhe as emoções e o sacrifício tempera-lhe o caráter. O Espírito encarnado sofre constantes transformações por fora, a fim de acrisolar-se e engrandecer-se por dentro.

“Valoriza os amigos. Respeita os adversários.”

“Se o momento é de crise, não te perturbes, segue…
Serve e ora, esperando que suceda o melhor.
Queixas, gritos e mágoas são golpes em ti mesmo.
Silencia e abençoa, a verdade tem voz.”

Deixe algum sinal de alegria, onde passes.

Que eu não perca a beleza e a alegria de ver, mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos e escorrerão por minha alma.

“Na vida, não vale tanto o
que temos, nem tanto importa
o que somos.

Vale o que realizamos com aquilo que
possuímos e, acima de tudo,
importa o que fazemos de nós!”

Se as críticas dirigidas a você são verdadeiras, não reclame; se não são, não ligue para elas

Se Allan Kardec tivesse escrito que ´fora do Espiritismo não há salvação´, eu teria ido por outro caminho. Graças a Deus ele escreveu ´Fora da Caridade´, ou seja, fora do Amor não há salvação.

 

Fonte: Psicografia de Francisco Cândido Xavier. Livro: Indicações do Caminho

Relacionados

Open chat