• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

A Palavra Sincera

Você sabia que a palavra “sincera” foi inventada pelos romanos?
Eles fabricavam certos vasos com uma cera especial tão pura e perfeita, que os vasos se tornavam transparentes.
Em alguns casos era possível distinguir os objetos guardados no interior do vaso.
Para um vaso assim, fino e límpido, diziam os romanos:
– Como é lindo! Parece até que não tem cera!
Sine cera queria dizer sem cera, uma qualidade de vaso perfeito, finíssimo, delicado, que deixava ver através de suas paredes.
Com o tempo, o vocábulo sine cera se transformou em sincero
e passou a ter um significado relativo ao caráter humano.
Sincero é aquele que é franco, leal, verdadeiro.
A pessoa sincera, à semelhança do vaso, deixa ver, através de suas palavras, os nobres sentimentos de seu coração.
O bonito me encanta. Mas o sincero, ah! Esse me fascina.
Fiquei magoado, não por me teres mentido, mas por não poder voltar
a acreditar-te.
Sinceridade é a verdade com amor.
A maneira de falar e de escrever que nunca passa da moda é a de falar e escrever sinceramente.
Se eu estiver a ser sincero hoje, que importa que tenha de arrepender-me amanhã
Agrada-nos o homem sincero, porque nos poupa o trabalho de o estudarmos para o conhecermos.
As ações são muito mais sinceras do que as palavras.
Um amigo é uma pessoa com a qual posso ser sincero.
Diante dele posso pensar em voz alta.
Posso parecer sincero, mas não imparcial.
O arrependimento sincero é geralmente resultado da oportunidade perdida.

 

Fonte: Desconhecida

Relacionados

Open chat