• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Vacaria registra dois homicídios e uma tentativa de homicídio em menos de 24 horas

 Vacaria registra dois homicídios e uma tentativa de homicídio em menos de 24 horas
Digiqole ad

O município de Vacaria registrou ontem, domingo, dia 07, dois homicídios e uma tentativa de homicídio em menos de 24 horas.

 

Durante a manhã de ontem, um homem matou o primo com um tiro enquanto estavam caçando javalis, em uma propriedade rural localizada na Fazenda da Estrela.
 

Conforme informações da Polícia Civil, o homem acertou Dionei Della Libera, de 29 anos, ao confundi-lo com um animal no meio do mato.

O caso está sendo tratado como homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.

Também no final da tarde de ontem, uma mulher matou o companheiro com uma facada no tórax, em Vacaria.

Segundo a Polícia Civil, a mulher de 32 anos estava brigando com Adriano Luis da Silva, conhecido pelo apelido de “Chocolate” (FOTO EM DESTAQUE) e que também tinha 32 anos, quando a sua companheira lhe desferiu um golpe com uma faca de cozinha na altura do tórax.

Ela chegou a socorrer o companheiro para o hospital, mas ele não resistiu ao ferimento. A mulher foi presa em flagrante, e foi levada ao Presídio de Vacaria.

Adriano Luis da Silva, conhecido pelo apelido de “Chocolate” está sendo velado na Funerária Sagrada Família e será sepultado hoje, ás 19 horas, no Cemitério Público Municipal Santa Clara.

Por outro lado, ontem também por volta das 21 horas, a jovem Simone Fátima Alves da Rosa, de 30 anos de idade, sofreu uma tentativa de homicídio quando foi atacada e agredida por Elvis Pinto de Melo, de 26 anos.

O fato ocorreu próximo a um terreno baldio localizado na Rua Augusto Terra, no Bairro Imperial.

A Brigada Militar foi chamada por populares ao local e uma ambulância do SAMU socorreu Simone que sofreu arranhões no pescoço e um corte na cabeça provocado por uma faca que estava com seu agressor que foi preso pela BM logo em seguida.

Simone foi conduzida ao Hospital Nossa Senhora da Oliveira onde permanece ainda em observação.

 

Crédito: Adelar Gonçalves/Dep. Jornalismo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat