• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

TSE adia julgamento do prefeito e vice de Vacaria

 TSE adia julgamento do prefeito e vice de Vacaria
Digiqole ad

O Tribunal Superior Eleitoral adiou a decisão sobre o processo de cassação do mandato do prefeito de Vacaria, Elói Poltronieri (PT) e da vice, Vera Marcelja (PDT).

A relatora do caso, ministra Luciana Lóssio, pediu adiamento e o assunto deve voltar à pauta da Corte na terça-feira da semana que vem.

O prefeito e a vice respondem a processo por abuso de poder econômico e político porque a coligação Juntos por Vacaria, adversária no pleito com o candidato Francisco Appio (PP), entrou na Justiça para questionar a distribuição de um informativo de prestação de contas da prefeitura.

Segundo a ação, a tiragem seria superior a 70 mil exemplares, entregues após o início da campanha, no dia 7 de julho.

O Prefeito de Vacaria afirma que foram 30 mil informativos, distribuídos pelos Correios, até 5 de julho.

A decisão em primeira instância determinava a aplicação de multa de 50 mil reais para cada um.

No julgamento do recurso da coligação adversária, os desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS) determinaram a cassação dos mandatos e reduziram a multa ao valor mínimo, 5 mil reais.

Em janeiro, o presidente da Câmara de Vereadores, Amadeu de Almeida Boeira (PSDB), chegou a assumir a prefeitura e uma nova eleição foi marcada para 7 de abril. Porém, o prefeito e a vice obtiveram liminar no TSE em fevereiro, suspendendo a eleição suplementar e devolvendo os mandatos até o julgamento do mérito da ação.

 

Crédito: Adelar Gonçalves/Dep. Jornalismo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat