• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Telescópio estuda luz espacial para mapear universo primitivo

Digiqole ad

Um telescópio espacial europeu projetado para capturar a luz do universo enviou suas primeiras imagens para a Terra, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira pelo site britânico Times Online. O observatório Planck capta radiação de apenas 300 mil anos após o Big Bang e pode permitir aos cientistas o mapeamento em imagens do que foi o universo logo após sua formação.

Integrantes da missão informaram que os instrumentos a bordo do telescópio estão funcionando em perfeitas condições, embora eles não esperem resultados científicos contundentes até antes da metade de 2010. “As imagens mostram que tudo está funcionando conforme o esperado. Estamos trabalhando há muito tempo nisso e agora finalmente recebemos dados reais”, disse Dr. Jan Tauber, um dos cientistas do projeto, citado pelo Times Online.

Uma das imagens enviadas pelo telescópio mostra uma faixa do céu escuro vista de dentro da Via Láctea. Na faixa brilhante horizontal da fotografia está o plano galáctico e os pontos de luz fora dele correspondem à outras galáxias. A tentativa da missão é captar luz originada nos primeiros anos de vida do universo, conhecida como Radiação Cósmica de Fundo, e fornecer as imagens mais raras dessa fase inicial. “Esperamos que isto nos permita desmembrar uma série de cenários possíveis sobre as origens do universo”, afirmou Tauber.

O Planck continuará mapeando o céu com suas câmeras durante os próximos seis meses. O observatório foi lançado em maio deste ano e atualmente encontra-se a cerca de 1,5 milhões de km da Terra.

 

Crédito: Terra

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat