• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Tarso afirma que não parcelaria salários de servidores

 Tarso afirma que não parcelaria salários de servidores
Digiqole ad

O ex-governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, foi um dos participantes do congresso estadual do PT, realizado neste sábado em Porto Alegre. A quinta edição do evento foi sediada na Câmara de Vereadores da cidade e contou com uma série de lideranças da sigla no Estado. Entre os participantes, estiveram o presidente nacional do partido, Rui Falcão, e o líder do MST, João Pedro Stédile.

Ao fazer uso da palavra, Tarso afirmou que não tomaria a decisão de parcelar os salários dos servidores como alternativa à crise caso ainda estivesse no governo. Derrotado nas urnas nas eleições de outubro de 2014 para o peemedebista José Ivo Sartori, Tarso questionou essa possibilidade apontada pela atual gestão: “Eu não faria isso, eu encontraria outras soluções que não implicassem perdas para os trabalhadores.”

Tarso reforçou que o Rio Grande do Sul possui alternativas outras que não impliquem no parcelamento ou no atraso dos vencimentos dos trabalhadores. Entre as opções apontadas pelo ex-governador, estão o possível uso de depósitos judiciais e o caixa único. Ainda em seu discurso, Tarso afirmou que não vai se manifestar sobre o atual governo e que é preciso dar tempo para Sartori governar, uma vez que a atual administração conta com apenas três meses.

Sobre os rumores envolvendo o impeachment da presidente Dilma Rousseff, o político afirmou que “não há embasamento legal para o impeachment”, afirmando que os descontentes com o governo federal deverão “esperar 2018 para disputar na urna”.

 

Crédito: http://correiodopovo.com.br/Noticias/551394/Tarso-afirma-que-nao-parcelaria-salarios-de-servidores

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat