• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Servidores dos Correios decidem permanecer em greve até a sexta-feira

 Servidores dos Correios decidem permanecer em greve até a sexta-feira
Digiqole ad

Servidores dos Correios e Telégrafos do Rio Grande do Sul (Sintect-RS) definiram em assembleia, na tarde desta quinta-feira (18), que vão permanecer em greve pelo menos até amanhã (19), quando uma nova reunião será realizada. O encontro para definir os rumos do movimento acontece às 14h desta sexta, em Porto Alegre.

Desde a madrugada, um grupo de funcionários impede a entrada e saída dos caminhões da empresa. Os Correios conseguiram uma liminar na Justiça, e o local foi liberado por volta das 16h30. A paralisação não atinge funcionários de Santa Maria, Uruguaiana, Santo Ângelo e região das Missões, Santa Rosa e Panambi, representados por outra entidade, que aceitou a proposta da estatal.

Segundo o diretor dos Correios no Rio Grande do Sul, Jair Batista Antunes, ainda não é possível medir os reflexos da greve. “Claro que uma paralisação causa transtornos, mas estamos operando em plena normalidade, as agencias estão abertas, quase a totalidade dos atendentes estão trabalhando, os carteiros são a maioria que aderiu à greve”. Ainda de acordo com Antunes, dos 8 mil funcionários no Estado, apenas 400 estão paralisados.

A greve foi aprovada em assembleia realizada na noite da última quarta-feira (17), na Capital. A categoria não concorda com a oferta dos Correios de reposição da inflação de 6,5%. Os trabalhadores cobram aumento real (acima da inflação) de 8%. Também reivindicam reajuste no vale-alimentação, melhorias nas condições de trabalho e contratação de funcionários por meio de concurso público.

Dos 34 sindicatos no pais, 18 já aceitaram a proposta dos Correios. O número é suficiente para que seja assinado o acordo no Tribunal Superior do Trabalho, na manhã desta sexta-feira.

 

Crédito: ClicRBS

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat