• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.7828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Sartori e Tarso voltam se confrontar em debate para o governo do RS

 Sartori e Tarso voltam se confrontar em debate para o governo do RS
Digiqole ad

Os candidatos José Ivo Sartori (PMDB) e Tarso Genro (PT) voltaram a se enfrentar em novo debate, na noite desta quinta-feira, na TV Bandeirantes. Houve confronto direto entre os candidatos, com as estratégias dos partidos se repetindo: Tarso cobrando clareza do peemedebista em relação aos projetos para o governo e Sartori afirmando que o petista só quer discutir o passado.

Nas intervenções diretas, os candidatos discutiram pedágios, educação e investimentos. Sartori defendeu os pedágios e declarou que eles serviram para melhorar as estradas. Tarso lembrou que barateou em 30% as tarifas no RS. Ele acusou o adversário e o ex-governador Antonio Britto de terem feito contratos que prejudicaram o RS. Sartori retorquiu que pelo menos, no tempo do PMDB, os pedágios tinham tempo certo para terminar e que os do PT não tem tempo algum.

Depois, Tarso questionou Sartori sobre o que significa vincular a despesa à receita. Sartori disse que aquilo que é lei será cumprido e que as despesas precisam de controle. “Eu sei a importância dos servidores”, frisou o ex-prefeito de Caxias do Sul. O governador contra-atacou: “O senhor, de novo, não respondeu”.

Em um dos blocos do debate, os candidatos foram questionados sobre o futuro da CEEE. Tarso disse que a empresa foi esquartejada no governo do PMDB e que ela está em crise até hoje, já que as partes boas foram dadas aos empresários. Sartori retomou o discurso de que Tarso continua voltando ao passado e defendeu o desmembramento feito na empresa.

O momento mais tenso do debate ocorreu quando, após Tarso dizer que considera Sartori um homem honrado, disparou contra o peemedebista: “O senhor nunca responde nada. Está querendo é um cheque em branco para o futuro”. Sartori retrucou que era a mesma história de novo: “Eu respondo e o senhor diz que eu não falo nada, até parece que estou escondendo algo”, declarou, afirmando que tinha respeito pela presidente Dilma Rousseff e o que ela fez pelo RS.

O tom exaltado do confronto seguiu após Tarso citar a participação da mãe de Sartori no programa eleitoral do PMDB. “Eu jamais coloquei qualquer comentário sobre a sua mãe na minha fala e o senhor brinca agora com o da minha mãe”, protestou o peemedebista.

 

Crédito: Correio do Povo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat