• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

SAMU Inicia atendimento Segunda-feira

Digiqole ad

A fim de melhorar a qualidade de vida da população, a partir da próxima segunda-feira, dia 1º de março 8h da manhã, a Secretaria Municipal da Saúde de Vacaria irá disponibilizar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU. O sistema poderá ser acionado por todos os moradores das zonas urbana e rural de todo o município de Vacaria.

Se você estiver diante de uma situação de risco de vida eminente como desmaio súbito, parada cardio-respiratória, dificuldade respiratória severa, convulsão, atropelamento, acidente de trânsito, queda, queimadura grave, afogamento, agressão por arma de fogo ou branca, choque elétrico, trabalho de parto eminente ou outra urgência, ligue gratuitamente para a central de regulação, através do número 192, que irá lhe atender e lhe passará todas as orientações necessárias. O SAMU é um serviço 24h.

Na chamada, é muito importante que você mantenha a calma e responda corretamente as perguntas feitas pela central de regulação, a fim de agilizar o processo. Mas atenção, faça uso consciente desse serviço. Afinal, se você acionar o SAMU por brincadeira, irá mobilizar uma equipe que poderia estar atendendo a outra chamada importante para o salvamento de uma vida.

A partir de agora você já sabe. O número para urgências é 192, o telefone do SAMU.

O programa Salvar/Samu resulta de uma parceria entre a União, Estado e municípios. O atendimento móvel foi criado para atender emergências durante as 24 horas do dia e é acionado pelo telefone 192. Além de atender em casa, o serviço reserva o leito hospitalar, se necessário, e faz o transporte imediato do paciente para o hospital de referência mais próximo.

Como funciona o 192

Em primeiro lugar o telefonista auxiliar de Regulação Médica acolhe a solicitação e registra o nome do solicitante, telefone, endereço, pontos de referência, nome do paciente a ser atendido, sexo, idade, queixa e o fator causador da chamada.

A ligação é transferida ao médico regulador, que avalia a gravidade da situação a partir das informações dadas pelo solicitante. É importante responder com objetividade às perguntas feitas pelo médico, como, por exemplo, se respira, se está consciente, se tem ferimentos visíveis.

O médico decide pelo envio do resumo (ambulância de suporte básico ou avançado UTI) se for necessário o atendimento do Salvar/Samu no local, considerando a necessidade e ofertas disponíveis dentro do território de abrangência do programa. A comunicação entre as equipes é realizada através de rádio com a Central de Regulação, informando os dados averiguados no local da ocorrência para o hospital ou pronto atendimento de emergência mais próximo.

 

Crédito: Afrânio Scolaro – Prefeitura Municipal

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat