• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.7828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Reservas do Inter arrancam empate no primeiro Gre-Nal do ano

Digiqole ad

Em um jogo repleto de estreantes no maior clássico do Rio Grande do Sul, brilhou a estrela do mais rodado em Gre-Nais. Graças ao zagueiro Bolívar, os reservas do Inter conseguiram arrancar um empate dos titulares do Grêmio, por 2 a 2, na noite deste domingo, no estádio Olímpico, em confronto válido pela quinta rodada da Taça Piratini.

Com o empate, o Grêmio segue fora da zona de classificação da chave 2. Agora com 7 pontos, os gremistas estão na sexta posição. Já o Inter, que tem a mesma pontuação, continua dentro da faixa dos que passam à próxima fase.

Na próxima quarta-feira, às 21h50min, o Grêmio encara Ypiranga, em Erechim. O Inter tem compromisso pela Libertadores no meio de semana. Pelo estadual, os colorados voltam a campo contra o Caxias, domingo que vem, no Centenário.

Grêmio sai atrás, mas vira na bola parada

A ordem para quem vestia azul, preto e branco no estádio Olímpico era clara: atacar os reservas do Inter. E os 11 escalados do técnico Caio Júnior – que conseguiu repetir o time pela primeira vez no ano – mostraram que entenderam o recado. Desde que a bola rolou, foi ataque atrás de ataque. Principalmente pelo alto, tentando encontrar um esforçado Marcelo Moreno, que quase fez em uma meia-bicicleta aos 14, após cruzamento de Mário. Só faltou combinar com Bolívar, que ficou na pequena área, colocou o corpo e evitou um golaço. Ainda assim, faltou um toque de qualidade em meio a quantidade.

Apesar de estar sob pressão, quem inaugurou o placar foi o Inter. No primeiro ataque forte, o estreante Dátolo mostrou que a maldição argentina de Victor se renova. Da intermediária, o gringo chutou forte. A bola desviou em dois defensores e só parou no fundo das redes tricolores, aos 21 minutos. Para piorar a situação de Caio Júnior, logo após o gol, o lateral Julio Cesar pediu para sair, alegando lesão.

Mas os ventos mudaram logo a seguir. O Grêmio teve falta para cobrar no bico da grande área, pela esquerda. Marquinhos, ao invés de tentar levantar para Marcelo Moreno, cobrou direto. A bola passou a centímetros de cabeças de gremistas e colorados e entrou livremente no canto esquerdo da goleira, longe das mãos de Muriel.

O empate também significou uma injeção de ânimo no Grêmio, que chegou ao ápice quatro minutos depois, quando Josimar derrubou Marcelo Moreno na grande área. Pênalti. O próprio boliviano bateu e confirmou a virada. Logo em seguida, Fernando fez fila na defesa colorada e por pouco não marcou – tendo seu chute defendido por Muriel.

A má notícia para o fim do primeiro tempo para o Grêmio ficou por conta da lesão sentida por Mário Fernandes, após carrinho de Jackson. A dor no ombro impediu o camisa 2 gremista de voltar ao segundo tempo.

Inter busca o empate pelo alto

Durante o intervalo, Dorival Júnior ficou sabendo que fora expulso de campo pelo árbitro Leandro Vuaden e não comandou o Inter na segunda metade da partida. Não pôde ver da beira do gramado a deficiência na saída para o ataque, o que facilitou para o time de Caio Júnior administrar a partida.

Abusando das faltas perto da área, o Inter proporcionou diversas chances ao Grêmio. Aos 21, Fernando quase marcou, quando sua cobrança tirou tinta do ângulo de Muriel. Só que quem chegou lá foi o Inter. Após a cobrança de escanteio, Bolívar – o mais rodado em Gre-Nais que estava em campo – subiu mais que todo mundo e cabeceou forte para empatar.

A resposta gremista foi quase imediata. No ataque seguinte, Bruno Collaço cruzou e Marcelo Moreno testou, exigindo reflexo de Muriel para não mexer no placar novamente. Pouco depois, Leandro teve chance quando estava livre na área. Mandou para fora. No outro lado, o Inter tratou de diminuir o ritmo de jogo.

O Grêmio partiu para o abafa. Mas esbarrou em Muriel. Único titular do Inter em campo, o goleiro colorado virou protagonista no fim do jogo, ao defender um pataço de Fernando de fora da área. E quando fez milagre na cabeçada à queima roupa de Kléber, garantindo as vaias da torcida gremista ao fim do Gre-Nal.

Taça Piratini – 5ª rodada

Grêmio 2
Victor; Mário Fernandes (Gabriel), Douglas Grolli, Naldo e Julio Cesar (Bruno Collaço); Fernando, Marco Antonio, Marquinhos (Gilberto Silva) e Leandro; Kléber e Marcelo Moreno. Técnico: Caio Júnior.

Inter 2
Muriel; Elton, Bolívar, Jackson e Fabrício; Sandro, Josimar, Dátolo (Fransérgio) e João Paulo (Mike); Gilberto (Fred) e Jô. Técnico: Dorival Júnior.

Gols: Dátolo (21/1º), Marquinhos (27/1º), Marcelo Moreno (31/1º), Bolívar (27/2º);
Cartões amarelos: Naldo; Elton, Josimar, Bolívar;
Arbitragem: Leandro Vuaden, auxiliado por Julio Cesar dos Santos e José Franco Filho;
Local: estádio Olímpico.

 

Crédito: Correio do Povo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat