• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Prefeitura confirma que três prédios desabaram no Rio

Digiqole ad

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, confirmou no começo da madrugada desta quinta-feira que um terceiro prédio foi atingido pelos outros dois desabamentos e também caiu, na avenida 13 de maio, no Centro da cidade. Conforme Paes, esse edifício seria um sobrado, que tinha entre três e quatro andares. As informações são do portal R7.

As outras construções que caíram foram um prédio de 20 andares e outro de 10. Os três ficam próximos ao Theatro Municipal. Segundo a Defesa Civil Estadual, 11 pessoas foram retiradas dos escombros e, ao menos cinco, foram encaminhadas para o Hospital Municipal Souza Aguiar. As autoridades acreditam que 19 pessoas estejam desaparecidas.

Ainda não se sabe o que poderia ter causado o desmoronamento, mas funcionários e testemunhas contam que o cheiro de gás era forte. O prefeito Eduardo Paes foi ao local para acompanhar os trabalhos de buscas e disse que é remota a hipótese de vazamento.

Efetivo reforçado

A Prefeitura do Rio de Janeiro reforçou o efetivo na região onde três prédios desabaram. Cerca de 200 homens da CET-Rio e da Guarda Municipal estão nas ruas orientando o trânsito no entorno do desmoronamento. A CET-Rio também posicionou dez reboques na região e dez painéis em diferentes pontos da cidade. A Rioluz dá apoio com 20 homens, três caminhões do tipo cesto, geradores, equipamentos de segurança e iluminação. A Seconserva atua com 30 homens, 10 caminhões e duas escavadeiras.

A Comlurb conta com 30 homens, 10 caminhões e duas pás mecânicas. A Secretaria Municipal de Obras disponibilizou três escavadeiras hidráulicas, um guindaste de cem toneladas, duas tesouras mecânicas e um rompedor pneumático. A Secretaria de Ordem Pública patrulha a área com seis equipes de controle urbano, enquanto a Secretaria de Assistência Social atua com 20 profissionais.

Para apoiar as famílias de eventuais vítimas do desabamento, a prefeitura montou um posto avançado de informações na Câmara dos Vereadores, na Cinelândia. Para permitir o trabalho das equipes da Prefeitura do Rio e dos Bombeiros no local do desabamento, estão interditados os seguintes trechos: Avenida Treze de Maio, Avenida Almirante Barroso entre Avenida Rio Branco e Senador Dantas.

A Rua Senador Dantas vai funcionar com mão invertida entre Avenida Almirante Barroso e Evaristo da Veiga. Para esta operação, agentes de trânsito trabalharão nos bloqueios com apoio de 10 painéis informativos. Veículos procedentes da Cruz Vermelha e da Avenida República do Chile deverão seguir pela Rua Senador Dantas que estará com a mão invertida. Por conta do trabalho das equipes, não será permitido o acesso aos prédios da Avenida Treze de Maio. A via continuará fechada para carros e pedestres. As estações do Metrô no Centro do Rio abriram às 5h e funcionam normalmente.

 

Crédito: Correio do Povo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat