• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Polícia Civil prende suspeitos de atearem fogo em morador de Vacaria

 Polícia Civil prende suspeitos de atearem fogo em morador de Vacaria
Digiqole ad

Na madrugada de Quinta-feira, DARCI TELLES MORA, 62 anos, pessoa que tinha problemas mentais e perambulava pelas ruas da cidade, foi agredido a socos e pontapés, arrastado pelos cabelos e depois teve o corpo incendiado.

Um motorista que passava pelo local, ainda tentou apagar as chamas utilizando o extintor de incêndio do veículo.
DARCI morreu a caminho do Hospital.

Na mesma madrugada, outro indivíduo, um morador de rua, foi espancado a pontapés por duas vezes, e teve os calçados, cinta e carteira arrancados.

Os policiais buscaram imagens do monitoramento eletrônico da cidade e em estabelecimentos privados.

Como as investigações não evoluíam na identificação dos criminosos, a Polícia Civil liberou as imagens das agressões e roubo; a partir daí várias informações chegaram.
Os policiais passaram todo o feriadão de Páscoa, quinta-feira, sexta-feira, sábado e domingo checando dados, buscando e analisando imagens, e checando as informações. 
Ontem, um suspeito foi identificado e teve a prisão temporária decretada pela Justiça.

Elio Moreira Soares, natural de Coronel Bicaco, 37 anos, foi preso e recolhido ao Presídio. Ele admitiu todos os fatos, apenas imputou ao companheiro desconhecido o incêndio em DARCI.
Na noite de domingo, os policiais localizaram o segundo criminoso, RAFAEL SOUSA DE SOUSA, 18 anos, morador do Bairro Vitória de Vacaria. Também houve a representação por Prisão Temporária. Ele admite a participação, mas afirma que foi ELIO quem ateou fogo na vítima.

As investigações ainda prosseguem para estabelecer a conduta exata dos indivíduos.

Trabalharam no caso os Delegados Carlos Alberto Defaveri e Vitor Fernando Boff, e os Agentes da Seção de Investigações Comissário Ronaldo Brum Pires e Inspetores Carlos Giradi e Karine Borges de Oliveira.

A Polícia Civil agradece as pessoas da comunidade que se empenharam e colaboraram com informações a esse crime abominável, ao setor de inteligência SIPAC, agradecem a Guarda Municipal por ter obtidos imagens anteriores importantes, à Brigada Militar que trabalha sempre de forma integrada, a estabelecimentos privados que cederam as imagens, e ressalta a fundamental serventia do vídeo-monitoramento das ruas centrais da cidade, em processo que envolve, além dos órgãos de segurança, o Município, o Consepro e o Ministério Público de Vacaria.

 

 

 

Crédito: Polícia Civil de Vacaria

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat