• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Polícia Civil prende abigeatários e saqueadores que agiam no interior do município

 Polícia Civil prende abigeatários e saqueadores que agiam no interior do município
Digiqole ad

Coordenados pelo delegado Anderson Silveira de Lima, por volta das 6 horas da manhã desta quinta-feira, dia 11, cerca de 30 agentes da Polícia Civil da região de Vacaria e mais os delegados Flademir Paulino de Andrade, Vitor Fernando Boff, Carlos Alberto Defaveri e Thalita Giacometti Andrich, em equipes dispostas em 6 viaturas realizaram a operação denominada “Mourisco” tendo em vista que o principal envolvido nessa quadrilha de abigeatários e saqueadores tem como apelido “Gato”.

Foram detidas até o presente momento três pessoas através do cumprimento de seis mandados de busca e apreensão.

Segundo informações do delegado de Polícia, Anderson, Fabiano Vieira dos Santos, o gato, e Dioneter Vitor Michelin, o Dione, tiveram a prisão preventiva decretada e foram presos ainda na madrugada de hoje.

Investigações realizadas pela DP de Vacaria apontam a dupla como responsáveis maiores por abigeatos, abatiam as rezes, carneavam no local e traziam para a cidade para a comercialização.

Estima-se que ao menos três rezes por semana eram abatidas e furtadas pelo bando.

Eles também saqueavam propriedades rurais, subtraindo armas, motosserras, roçadeiras, defensivos agrícolas, e quaisquer outros pertences de valor.

Um terceiro homem, também suspeito de integrar a quadrilha foi preso em flagrante por volta das 8 horas da manhã, com uma de arma de fogo e muita munição.

Com o grande conhecimento do interior do município que possuíam, e a facilidade com que eram recebidos, a dupla chegou até a adquirir um caminhão para fretes em lavouras que auxiliavam as ações da dupla.

O delegado Anderson Silveira de Lima chegou a pedir a prisão de outras seis pessoas que colaboram com Fabiano e Dioneter, mas a Justiça decretou a prisão dos dois.

Durante as investigações a Polícia Civil chegou a recuperar armas furtadas pelo bando e já revendidas em Caxias do Sul. Outras armas foram recuperadas em Vacaria.

Somente em um ataque, a dupla levou 16 armas de fogo.

Os criminosos agiam também com bastante intensidade no interior de Campestre da Serra, onde possuem parentes que trabalham na colheita dos moranguinhos.

Também pela Delegacia de Polícia de Campestre da Serra a Justiça decretou a prisão preventiva.

Finalizando, o delegado Anderson disse também: “Sem dúvida alguma a dupla vinha infernizando os produtores, tanto no abigeato de gado, que era abatido nas próprias propriedades como nos furtos”.

RESUMO DA OPERAÇÃO MOURISCO FORNECIDO VIA E-MAIL PELO DELEGADO ANDERSON SILVEIRA DE LIMA

1. A operação MOURISCO tem a finalidade de desmantelar quadrilha que pratica intensamente furtos em propriedades do interior de Vacaria e Região, com ação semanal, furtando armas, ferramentas, defensivos e utensílios das propriedades rurais, além de receptação, comércio ilegal de armas e munição;

2. operação teve início efetivo com o furto das 16 armas de uma propriedade rural, e a partir disso já foram recuperadas 6 armas com a quadrilha;

3. além das armas foram recuperadas máquinas, ferramentas, e carne;

4. há muitas provas, apreensões, declarações, campanas, da participação de pelo menos oito pessoas na quadrilha, além de outras que estão sendo acompanhadas;

5. foi deferida pelo Poder Judiciário a prisão dos dois principais envolvidos e gerentes da quadrilha, alcunhados DIONE e GATO;

6. foram deferidos ainda seis mandados de busca e apreensão para a residência dos demais suspeitos;

7. o objetivo das equipes na operação de hoje é foi a prisão dos dois indiciados acima e apreensão de armas de fogo sem registro; apreensão de munição sem registro; apreensão de carne sem procedência; apreensão de objetos, ferramentas e utensílios de uso no campo sem procedência ou de procedência duvidosa, tais como, produtos agrícolas em grande quantidade, encilhas, roçadeiras, bombas elétricas, motores elétricos, televisores em número excessivo, aparelhos eletrônicos em número excessivo, e demais objetos incompatíveis com a renda dos alvos;

8. durante o cumprimento dos mandados, no dia de hoje, foi preso mais um dos suspeitos com grande quantidade de munição para espingardas de vários calibres, totalizando três prisões ao final da OPERAÇÃO MOURISCO.

9. ao todo, a OPERAÇÃO MOURISCO, assim batizada em homenagem ao principal suspeito, alcunhado GATO, totalizou quatro prisões, seis armas apreendidas, além de carne e utensílios e ferramentas subtraídas de propriedades rurais.

ANDERSON SILVEIRA DE LIMA, DELEGADO DE POLÍCIA.

DELEGACIA DE POLÍCIA DE VACARIA.(54.3231.1212)

 

Crédito: Adelar Gonçalves/Dep. Jornalismo e Delegado Anderson Silveira de Lima

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat