• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

PC continua investigando assassinato de frentista

Digiqole ad

Latrocínio (roubo seguido de morte) é a principal hipótese da Polícia Civil de Vacaria, para a morte do jovem frentista Tiago Moraes de Barros, 19 anos, que residia no bairro Kennedy.

Conforme informações do delegado Carlos Alberto Defaveri, a aparelhagem de som subtraída do veículo Voyage que pertencia a Tiago está avaliada em cerca de 3 mil reais.

O corpo de Tiago foi localizado na manhã do sábado, dia 13, em baixo de um pinheiro na entrada das antigas instalações do Patronato, distante aproximadamente 4km de onde foi achado o seu carro.

O desaparecimento de Tiago foi feito ainda na manhã da sexta-feira, dia 12.

O delegado Defaveri salientou que já tem suspeitos e afirmou que não está descartada outras motivações para o crime: “Por enquanto, não quero adiantar nada para não atrapalhar a investigação”, disse ele.

O rosto e a cabeça de Tiago que foi sepultado na tarde do último sábado, estava bastante machucado o que leva a crer que ele foi atingido várias vezes no mesmo local por tijoladas ou pedradas e depois arrastado por cerca de três metros.

Na foto, o local onde o veículo Voyage de Tiago Moraes de Barros foi encontrado, com marcas de sangue. O carro estava às margens da Perimetral Norte, próximo a uma lavoura de trigo.

 

Crédito: Adelar Gonçalves/Rádio Esmeralda FM – 93,1

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat