• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

‘Estou parecendo político, né?’, comenta Romário sobre ajuda ao América

Digiqole ad

Disposto a honrar a promessa feita ao pai, seu Edevair, Romário se engajou na campanha “América, Patrimônio do Rio”, que tem por objetivo a volta do time alvirrubro à Primeira Divisão do futebol carioca. Em solenidade realizada nesta segunda-feira, o Baixinho chegou à sede social de clube com quarenta minutos de atraso. Mas foi logo vestindo a camisa americana e agradecendo a parceria do Botafogo, único clube grande do Rio a estender as mãos ao coirmão, por enquanto.

Em um auditório lotado de torcedores e jornalistas, Romário não se furtou de fazer brincadeiras com o seu jeito de ser. Quando perguntado sobre acordar cedo para ajudar o América, o tetracampeão não titubeou.

– Estou parecendo político, né? – disse, arrancando risos da platéia.

Romário não será técnico ou dirigente do América. Mas será ouvido na montagem do time para a disputa da Segunda Divisão do Rio. Por isso, analisou a possibilidade de surgir outro atleta parecido com ele. Não nas quatro linhas, mas tão admirador da noite e pouco chegado aos treinos.

– Se ele resolver dentro de campo, como eu, vai levar uma multa bem menor – afirmou, às gargalhadas.

O Baixinho revelou preocupação com o futuro do futebol do estado. Acha que não basta o Rio de Janeiro abrigar o campeonato considerado mais charmoso do país. De acordo com o tetracampeão, é preciso haver também uma evolução técnica. Por isso, quando perguntado se ainda era “o cara”, respondeu em uma palavra.

– Eternamente.

 

Crédito: Globo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat