• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.7828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Novos radares estaduais só devem começar a multar em novembro

 Novos radares estaduais só devem começar a multar em novembro
Digiqole ad

Os primeiros controladores de velocidade das rodovias estaduais só devem começar a multar na primeira quinzena de novembro. Na próxima segunda-feira (13), encerra o prazo para que as empresas façam a entrega ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) de todo o sistema contratado. Até lá, todos os equipamentos precisam estar em funcionamento. Caso haja atraso, elas ficam sujeitas à multa.

A partir da entrega, uma comissão do Daer, que já está nomeada, vai percorrer os 45 locais onde os controladores de velocidade foram colocados, para verificar se os radares estão atendendo ao edital.

“Eles vão conferir se o equipamentos estão colocados no quilômetro correto, se estão posicionados no locais certos, se a transmissão das imagens está sendo feita”, explica o diretor de Operação Rodoviária do Daer, Aldo Grassi.

O órgão tem 90 dias para concluir o trabalho, mas a expectativa é que em 30 dias ele seja realizado. Já na próxima quarta-feira, os servidores do Daer devem se reunir para planejar as rotas, dando início à verificação até o fim da semana que vem. Só depois desse prazo, o sistema começa a operar.

No total, 45 pardais e 20 câmeras de monitoramento vão ser instalados em 13 trechos. Os controladores estão sendo instalados pela empresa Perkons, que vai administrar 34 equipamentos e pela Fiscal, responsável pela instalação de outros 11 pardais. O valor dos contratos é de R$ 6,5 milhões e são válidos por dois anos. As empresas ficam responsáveis pela manutenção dos aparelhos, bem como pelo envio de dados ao Daer.

Onde os pardais serão instalados pela Perkons:

RS-239, entre Novo Hamburgo e Rolante. Trecho: KM 13,23 a km 64,51 – Extensão: 51,28 = 8 pardais e 2 câmeras

RS-240, entre Vila Scharlau e Montenegro. Trecho: km 0 a km 33,58 – Extensão: 33,58 km = 4 pardais e 2 câmeras

RS-030, entre Osório e Tramandaí. Trecho: km 82,61 a km 98,69 – Extensão: 16 km = 2 pardais e 2 câmeras

RS-040, entre Viamão e Pinhal. Trecho: km 11,24 a km 94,85 – Extensão: 83,61 km = 2 pardais e 1 câmera

RS-389, entre Osório e Torres. Trecho: km 0 a 90,30 – Extensão: 90,30 = 5 pardais e 3 câmeras

RS-122, entre Rincão do Cascalho e Caxias do Sul. Trecho: km 0 a km 69,08 – Extensão: 69,08 = 8 pardais e 2 câmeras

RSC-453, entre Venâncio Aires e Tainhas. Trecho: km 0 a km 240,26 – Extensão: km 240,26 = 5 pardais e 2 câmeras

Onde os pardais serão instalados pela Fiscal:

RSC-470, entre Nova Prata a Bento Gonçalves. Trecho km 152,87 a 223,07 – Extensão – 70,20 km = 1 pardal e 1 câmera

RS-324, entre Passo Fundo e Nova Prata. Trecho: km 188,12 a km 292,13 – Extensão: 104,01 = 2 pardais e 1 câmera de monitoramento

RS-135, entre Passo Fundo e Erechim. Trecho: km 7,78 a km 78,33 – Extensão: 70,55 km = 1 pardal

RSC-153, entre Passo Fundo e Tio Hugo. Trecho: km 129,93 a km 168,64 – Extensão: 38,71 = 2 pardais

RS-342, entre Ijuí e Cruz Alta. Trecho: km 106,37 a km 154,16 – Extensão: 47,79 = 1 pardal

RSC-287, entre Montenegro e Santa Maria. Trecho: km 0 a km 232,54 – Extensão: 232,54 = 4 pardais e 4 câmeras

 

Crédito: ClicRBS

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat