• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Noite fria e jogo quente

Digiqole ad

Em noite onde a sensação térmica chegou a 0ºC, o Glória entrava em campo para manter seu aproveitamento em 100% dentro de casa, mas para isso acontecer, precisava vencer o Brasil de Farroupilha e como consequência ser o líder da chave 6 desta segunda fase.
Como se esperava, o Leão começou pressionando, procurando não deixar espaços para o adversário. Então logo aos 6 minutos em falta cobrada por Serginho, Giancarlo colocou a bola no fundo das redes, a torcida comemorava até que o árbitro Luiz Carlos Boaro resolveu anular o gol.
A partida seguia com boas chances para o Glória abrir o marcador, principalmente nas bolas alçadas à área por Serginho, que logo aos 20 minutos de partida sentiu uma lesão e teve que ser substituído por Marcelo Muller.
O Brasil tentava jogar nos contra-ataques, mas a defesa do Leão composta por Jovany, Alexandre Criciúma e Vagson fez uma partida excelente e tranquilizou os demais jogadores da equipe.
A torcida pedia o gol, então aos 43 minutos Marcelo Muller cobrou falta no lado esquerdo do campo de ataque e colocou na cabeça de Jovany, que escorou para o gol, agora sim, 1 a 0 para o Glória. Era o fim da primeira etapa.
Na volta do intervalo o técnico Nayro Pivato promoveu a entrada de um conhecido da torcida vacariana, Toledo voltou no lugar de Eliomar.
Com a mesma postura do primeiro tempo, o Leão voltou determinado a ficar com os 3 pontos. Em uma bela triangulação do ataque gloriano, Roberto Jacaré invadiu a área e foi atropelado pelo zagueiro Tiago Martins, todos no estádio pediram o pênalti, mas o juiz apenas mandou seguir. A partida correu com o Glória atacando pelos lados do campo e se defendendo dos contra-ataques do adversário. Então aos 41 minutos do segundo tempo, Giancarlo chutou rasteiro colocando a bola para dentro do gol, mas o goleiro Márcio foi atrás dela e ainda a defendeu, mas a bola já estava lá dentro. Mais uma vez o estádio inteiro pediu o gol, a arbitragem ficou indecisa quanto ao lance, mas no final das contas o árbitro considerou o gol. Era o 2 a 0. Podemos considerar alguns fatos ainda, depois de muito tempo no departamento médico, Kléber voltou a usar a camisa do Leão, Marcelo Pitol levou o segundo cartão amarelo e está pendurado para o próximo jogo e o guerreiro Xavier utilizou a camisa 10 ontem à noite.
Não havia tempo para mais nada, e ali era escrita mais uma página da história desta Segunda Divisão. O Leão, agora é líder da chave 6 com 6 pontos. Neste domingo a equipe jogará em São Leopoldo contra o segundo colocado Aimoré, a partida está prevista para às 15:00h.

 

Crédito: Neto Ferreira/Assessoria Glória

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat