• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Medicamento experimental reduz difícil tumor de pulmão

 Medicamento experimental reduz difícil tumor de pulmão
Digiqole ad

Um tratamento experimental demonstrou ser eficaz contra um tipo de câncer de pulmão – com translocação do gene ALK – ao reduzir o tamanho do tumor em quase metade dos pacientes participantes de dois ensaios clínicos e pela primeira vez ser eficiente na metástase cerebral.

 

Este tratamento foi apresentado na reunião anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (Asco) que reúne em Chicago, nos Estados Unidos, mais de 30 mil especialistas em câncer de todo o mundo até a próxima terça-feira.

 

Os pacientes dos estudos, 225 mil no total, tinham a doença em estágio avançado, já não respondiam ao tratamento disponível e ao gene ALK positivo, um tipo de tumor que representa de 2% a 4% de todos os casos e com o qual a metade dos doentes desenvolve metástase cerebral.

O tratamento consiste em fornecer por via oral o alectinib, um anticorpo monoclonal, que conseguiu nos dois testes uma resposta global de 50% e 47,8%. Além disso, em um subgrupo de pacientes, cujo tumor tinha se disseminado ao sistema nervoso central, essas taxas alcançaram 57,7% e 68,8%, respectivamente.

Os pacientes que experimentaram uma redução do tumor conseguiram manter essa resposta durante uma média de 11,2 e 7,5 meses.

O médico Javier de Castro, do serviço de Oncologia Médica do Hospital La Paz, de Madri, explicou a um grupo de jornalistas que na Espanha é registrado um total de 25 mil novos casos de câncer de pulmão por ano, e os que têm o tumor com a alteração ALK são entre 500 e 800.

“Isso parece muito pouco com relação ao global do câncer de pulmão, mas se o comparamos com cânceres como o melanoma, os renais e os linfomas representa praticamente toda a população de melanoma metastático, por exemplo”, disse.

O alectinib, como explicou Castro, também é eficaz quando esse tipo de câncer de pulmão desenvolve metástase no cérebro, ao atravessar a barreira hematoencefálica e consegue manter-se com uma atividade terapêutica ativa.

A maioria dos pacientes com este tipo de tumor fumou muito pouco ou nunca em sua vida.

Foto: iStock

 

 

Crédito: http://saude.terra.com.br/medicamento-experimental-consegue-reduzir-tamanho-de-dificil-tumor-de-pulmao,bfb67e7328795ad18e5a0e006f7b4c352omlRCRD.html

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat