• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Maus tratos em animais em eventos tradicionalistas serão fiscalizados

Digiqole ad

Na manhã dessa sexta-feira, dia 18, foi realizada uma reunião na Promotoria Pública de Vacaria, entre o promotor Luís Augusto Gonçalves da Costa, a coordenadora da 8ª Região Tradicionalista que tem sede na cidade de Esmeralda, Lauri Terezinha Brandão de Almeida e, Salvador Monteiro, pecuarista e locatário de animais para eventos tradicionalistas.

Na oportunidade, eles assinaram um termo de ajustamento de conduta que proíbe maus tratos em animais que são utilizados em eventos tradicionalistas nos 16 municípios que compõe a 8ª Região.

Segundo o promotor Luís Augusto, esse termo de conduta já existia porém não era fiscalizado e a partir de agora a fiscalização será mais rígida.

Entre os itens desse ajustamento de conduta está que a entidade tradicionalista promotora de rodeios, campeonato de laço, etc, não utilizem esporas com rosetas pontiagudas ou qualquer outro instrumento que cause ferimentos nos animais, incluindo aparelhos que provoquem choques elétricos, guilhadas (instrumentos com ponta de ferro) e varas de madeira ou ferro utilizados para excitar os animais.

Além disso, os animais utilizados nos eventos tradicionalistas poderão dar no máximo dez voltas por dia no evento, descansam no segundo dia e voltam a trabalhar no terceiro dia do evento.

Fazem parte da 8ª Região Tradicionalista os municípios de: Vacaria, Antônio Prado, Ipê, Campestre da Serra, Monte Alegre dos Campos, São José dos Ausentes, Bom Jesus, Muitos Capões, André da Rocha, Ibiraiaras, Muliterno, Caseiros, Pinhal da Serra, Esmeralda, Lagoa Vermelha e Capão Bonito do Sul.

Na foto, da esquerda para a direita, o promotor Luís Augusto Gonçalves da Costa, a coordenadora da 8ª Região Lauri de Almeida e Salvador Monteiro.

 

Crédito: Adelar Gonçalves/Rádio Esmeralda

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat