• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.7828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Matança de animais em Bom Jesus: Suspeito já responde por duas mortes

 Matança de animais em Bom Jesus: Suspeito já responde por duas mortes
Digiqole ad

Rafael Oliveira Silveira pediu exoneração do cargo nesta segunda-feira (01).

Indiciado pela polícia nesta segunda-feira (01) por ordenar o extermínio de 126 cães e três gatos em Bom Jesus, na Serra gaúcha, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Rafael Oliveira Silveira (PP), já responde a dois processos por morte no trânsito.

No último caso, em abril de 2013, ele foi preso em flagrante porque apresentava sinais de embriaguez e se negou a fazer o teste do bafômetro.

À época, Silveira ocupava o cargo de vereador no município.

O automóvel conduzido por ele bateu na traseira de um caminhão estacionado. A caroneira do carro, Graziela Vieira Pegorini, 34, morreu na hora.

Em setembro de 2012, durante a campanha eleitoral, o então candidato atropelou e matou Henrique de Oliveira, 53 anos, na RS-110, em Bom Jesus. Na ocasião, ele fugiu do local do acidente.

Silveira voltou a ocupar uma cadeira na Câmara de Vereadores nesta segunda (01).

Segundo o prefeito Frederico Arcari Becker, ele havia pedido a exoneração do cargo de secretário no mês passado, mas só deixou a prefeitura agora.

O inquérito policial sobre a matança de cães e gatos indiciou quatro pessoas pelo crime de maus-tratos aos animais qualificado por morte e associação criminosa.

Além do secretário, os outros três suspeitos são funcionários da prefeitura.

Caso condenados, as penas mínimas previstas são de um ano de reclusão para associação criminosa e três meses e 15 dias para os maus-tratos.

Em razão do número de animais mortos, a pena pode ser aumentada.

No entanto, é provável que a reclusão se converta em pagamento de multa e prestação de serviços à comunidade.

 

Crédito: Texto: Matheus Schuch/RD Gaúcha – Foto: Divulgação

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat