• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Maradona diz que terá que apagar Riquelme da cabeça

Digiqole ad

O técnico da seleção argentina, Diego Maradona, disse nesta terça-feira se sentir triste com a decisão do meia Riquelme de abandonar a seleção e afirmou que terá que apagar o jogador da cabeça. O técnico e maior ídolo do futebol argentino lembrou, porém, que não pode chorar pela ausência do jogador do Boca Juniors, porque tem outros jogadores para pensar.

– Román estava na minha cabeça, mas agora terei que apagá-lo totalmente -afirmou Maradona, em declarações à rádio “Mitre”, de Buenos Aires.

Esta é a segunda vez que o meia toma a decisão de não defender mais a Argentina. Em 2006, Riquelme já havia abandonado a seleção. Entretanto, voltou atrás e acabou aceitando a convocação do então técnico, Alfio Basile, para a Copa América de 2007.

A polêmica com Maradona surgiu na semana passada, quando o atual treinador argentino criticou o desempenho de Riquelme na temporada. Em entrevista concedida nesta terça à rádio “La Red”, Maradona também disse que chegou a telefonar várias vezes para o meia, que não atendeu as chamadas.

Riquelme, por sua vez, lamentou ter sabido pelo rádio que não seria convocado para o amistoso contra a França, em fevereiro, e que agora soube pela televisão que Maradona não estava feliz com seu desempenho.

– Gosto muito de jogar pela seleção e quero que a equipe tenha sucesso. Será difícil assistir à Copa pela televisão e isso me dói na alma. A seleção acabou para mim. O ano de 2008 foi extraordinário. Vou seguir treinando para conseguir mais conquistas com meu time. Quanto à seleção, é melhor que outro jogador receba uma chance – disse Riquelme.

 

Crédito: Globo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat