• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.7828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Mais Médicos prevê 18 mil profissionais em 4.000 cidades em 2015

Digiqole ad

O edital do Programa Mais Médicos de 2015 abriu vagas para 4.146 profissionais em 1.294 municípios, além de 2 distritos indígenas. Com a ampliação, somarão 18.247 médicos que atenderão nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) em 4.058 municípios, e 34 distritos indígenas, assistindo ao menos 63 milhões de pessoas. A lista dos novos municípios contemplados está aqui.

Esse total abrange 72,8% de todas as cidades do Brasil, segundo o Ministério da Saúde, que divulgou resultados do edital de adesão ao programa deste ano nesta quarta-feira (4).

Até 2014, 14.462 médicos atuavam em 3.785 municípios, com alcance de 50 milhões de pessoas.

A prioridade das vagas é para médicos brasileiros formados no Brasil. Se sobrarem vagas, o programa abre espaço para médicos brasileiros formados no exterior e, se ainda sim faltarem médicos, o programa será indicado a médicos estrangeiros.

O Nordeste foi a região mais contemplada com novas vagas, 1.784. O Sudeste solicitou 1.019 médicos, seguido do Sul (520), Norte (395) e Centro-oeste (393). A maioria (66%) das prefeituras contempladas com novas vagas está dentro do critério de vulnerabilidade social e econômica, segundo o governo. 

Segundo o Ministério da Saúde, a expansão priorizou municípios com 20% de sua população em extrema pobreza, com IDH baixo e muito baixo.

“A enorme adesão dos municípios mostra o impacto e a confiança que os gestores têm no programa, além da sua importância para a estruturação e expansão do atendimento. Essa nova etapa do Mais Médicos é uma oportunidade de ampliarmos e expandirmos o impacto do programa para 63 milhões de pessoas”, comemorou o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Inscrições

As novas oportunidades poderão ser disputadas por 15.747 médicos com CRM brasileiros que se inscreveram na seleção aberta em janeiro. 

Médicos que se inscreveram devem indicar entre os dias 4 e 5 de fevereiro até quatro municípios de diferentes perfis onde desejam atuar. Os candidatos concorrem somente com aqueles que optarem pelos mesmos municípios.

Outros 3.081 optaram por atuar até três anos na atenção básica com direito aos benefícios do Mais Médicos.

A maioria deles (11.736) optou por receber 10% de pontuação na prova de residência após um ano de atuação no programa. Esta foi uma novidade deste edital do Mais Médicos, visando atrair mais profissionais recém-formados.

Outros 3.081 optaram por atuar até 3 anos na atenção básica com direito aos benefícios do Mais Médicos. Pelo menos 930 profissionais q participaram do Provab (Programa de Valorização da Atenção Básica) em 2014 quiseram continuar assistindo a população dos municípios por mais 36 meses.

Como regras para a classificação do médico na concorrência das vagas será levado em conta título de Especialista em Medicina de Família e Comunidade; experiência comprovada na Estratégia Saúde da Família; ter participado do Programa de Educação pelo Trabalho – PET (Vigilância, Saúde, Saúde da Família e Saúde Indígena); VER-SUS; do ProUni ou FIES. Como critérios de desempate serão considerados a maior proximidade entre o município desejado e o de nascimento e ter maior idade. Data e horário da inscrição não serão mais considerados.

Caso ainda existam vagas, no dia 10 de abril, será aberta chamada para brasileiros formados no exterior e, em 5 de maio, para médicos estrangeiros. O módulo de acolhimento para esses profissionais está previsto para iniciar em 8 de junho.

A cada trimestre, o Ministério da Saúde lançará edital para oferta das vagas em aberto. Os editais poderão contemplar vagas em municípios que antes não conseguiram aderir ao programa pela incapacidade instalada.

 

Crédito: http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2015/02/04/mais-medicos-preve-18-mil-profissionais-em-4000-cidades-em-2015.htm

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat