• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.7828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Maikon supera previsão dos médicos e volta aos treinos no campo nesta quarta

Digiqole ad

Seis meses antes do previsto, o atacante Maikon Leite está pronto para voltar aos gramados. Nesta quarta-feira pela manhã, o atacante, que sofreu uma gravíssima lesão no joelho direito em agosto de 2008, rompendo quase todos os ligamentos durante confronto contra o Flamengo, voltará a treinar fisicamente junto com os seus companheiros. A previsão inicial é que isso só fosse ocorrer no dia 27 de agosto, exatamente um ano após a cirurgia.

Assim que estiver bem fisicamente, ele voltará a treinar com bola. Ainda não há previsão para que isso aconteça.

– Vai depender muito da resposta que ele vai nos dar nos treinamentos físicos. O importante é que o joelho dele está totalmente recuperado da cirurgia. Quando houver o aval dos preparadores físicos, ele começa a treinar com bola – afirmou Nilton Petrone, o Filé, que voltou ao Santos em janeiro, após um ano fora, e está participando da fase final da recuperação do atleta.

Na última terça-feira, Maikon passou por uma nova consulta com Joaquim Grava, que o operou, e impressionou o médico.

– Ele me falou que meu joelho está ótimo. Me liberou para treinar e falou: ‘agora é com você’ – conta o jogador, em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM.

Filé conta que em seu primeiro contato com Maikon, em janeiro, o jogador estava cabisbaixo.

– No dia 10 de janeiro, eu perguntei a ele: você ainda se vê jogando futebol? E ele me respondeu que não. Aí, perguntei o que ele queria. Ele me disse que queria voltar a jogar. Então, perguntei se ele estava pronto para suportar o tratamento que viria pela frente. O jogador disse que sim. Quando tive essa resposta, desci a lenha nele – brincou o fisioterapeuta.

Foram exercícios em dois períodos, em ritmo muito forte. Tanto que, hoje, a perna direita de Maikon está mais forte que a esquerda.

Voltar seis meses antes do previsto parece um milagre para Maikon. O jogador admite que chegou a pensar que jamais jogaria novamente.

– Isso realmente passou pela minha cabeça. Mas logo eu afastei. Foram meses muito difíceis, mas, a não ser nesse momento inicial, jamais deixei de acreditar – afirmou o jogador.

A lesão

Maikon torceu o joelho direito no dia 17 de agosto, numa disputa de bola com o goleiro Bruno, do Flamengo. Ao pisar o pé no chão, seu joelho torceu de tal forma que rompeu os ligamentos cruzados anterior, posterior, colateral medial, a cápsula, além de ter deslocado ao rótula. O jogador foi operado dez dias depois.

 

Crédito: Globo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat