• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.7828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Live orienta municípios na adesão à Rede Bem Cuidar RS até o dia 1º de outubro e na habilitação de recursos do Programa Avançar

 Live orienta municípios na adesão à Rede Bem Cuidar RS até o dia 1º de outubro e na habilitação de recursos do Programa Avançar
Digiqole ad

O programa Avançar para as Pessoas na Saúde, do Governo do Estado, destina mais de R$ 31 milhões para a atenção primária de municípios que tenham aderido à Rede Bem Cuidar RS (RBC RS). O prazo para a adesão vai até 1º de outubro, e a Secretaria da Saúde (SES/RS) realiza uma live nesta quinta-feira (16/9), às 14 h, para orientar e mobilizar os gestores municipais a aderirem à RBC. A transmissão será feita pelo  Canal do youtube da APS-SES-RS  .  “A live busca esclarecer dúvidas e orientar os municípios sobre todos os passos para aderirem à rede”, afirma o diretor do Departamento de Atenção Primária e Política de Saúde,(DAPPS), Péricles Nunes.

Os recursos estão previstos no Plano de Investimentos do programa Avançar para as Pessoas na Saúde, anunciado na última segunda-feira (13/9) pelo governador Eduardo Leite. São R$ 14,9 milhões para a implantação da RBC nos 497 municípios do Estado e outros R$ 16,5 milhões para reformas ou para reformas e ampliação de 60 unidades básicas de municípios que já tenham aderido à RBC. Para essas reformas ou reformas e ampliações de prédios das unidades, os municípios que aderirem à RBC devem enviar propostas conforme o Edital para ampliação e reforma e para reforma de unidades básicas de saúde – Rede Bem Cuidar RS . Esse edital faz parte da Rede Bem Cuidar RS, lançada em agosto, como um dos componentes do Programa Estadual de Incentivos para a Atenção Primária em Saúde (PIAPS).

O que é a Rede Bem Cuidar RS

A Rede Bem Cuidar RS é uma estratégia que busca qualificar o atendimento das equipes de Saúde Família (eSF) no RS e ampliar o acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS) por meio de recursos de R$ 30 mil para implantação da rede em uma unidade escolhida por município e R$ 8 mil mensais para custeio. O Plano de Investimentos do Programa Avançar para as pessoas na Saúde prevê R$ 14,9 milhões para a implantação da RBC nos 497 municípios do RS.

Trata-se de uma abordagem nova no atendimento à saúde, e permite que cada unidade de saúde que aderir à Rede possa planejar ações que sejam resolutivas às demandas trazidas pela comunidade, fazendo com que cada unidade se adapte, ainda mais, à realidade local.

O que é o programa Avançar para as Pessoas na Saúde

O Avançar para as Pessoas na Saúde é um plano de investimentos de R$ 249,7 milhões previsto para ser efetivado até o final de 2022 em obras e aquisição de equipamentos, qualificação da rede hospitalar, da assistência farmacêutica e das unidades básicas de saúde do Rio Grande do Sul. Faz parte do Avançar RS, que é dividido em:
– Avançar para as Pessoas, que reúne ações com foco na prestação de serviços públicos nas áreas de saúde, educação, ação social, segurança e cultura.
– Avançar no Crescimento, trata de apoio à atividade econômica, desonerações fiscais, logística e mobilidade
– Avançar com Sustentabilidade, que engloba projetos nas áreas ambiental, de tecnologia e de inovação.

Investimentos totais do programa Avançar para as Pessoas na Saúde

• R$ 177,5 milhões para a rede hospitalar: serão beneficiados 20 hospitais de 16 municípios de todas as regiões do Estado para obras, reformas e aquisições de equipamentos (veja a lista de hospitais ao final do texto);

• R$ 31,4 milhões para a implementação da Rede Bem Cuidar (RBC) na Atenção Primária à Saúde (APS): R$ 14,9 milhões para adesão ao programa, além de R$ 6 milhões para reforma de 30 unidades básicas de saúde (UBS) e R$ 10,5 milhões para a reforma e ampliação de outras 30 UBS;

• R$ 21 milhões para a Farmácia Cuidar+: serão destinados recursos para os municípios qualificarem o cuidado farmacêutico por meio da estruturação e qualificação de consultórios farmacêuticos, implementação da dispensação qualificada e acompanhamento farmacoterapêutico para asma e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC);

• R$ 19,8 milhões para a estrutura da Secretaria da Saúde (SES): recursos serão destinados para melhorias no transporte, com R$ 9,8 milhões para renovação da frota de veículos, e R$ 10 milhões equipamentos de informática para a SES e coordenadorias regionais de saúde (CRS).

Digiqole ad

Relacionados

Open chat