• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Lista de animais em extinção no Rio Grande do Sul será revista

Digiqole ad

Uma década após ter anunciado que 261 espécies enfrentavam alguma situação de ameaça de extinção no Rio Grande do Sul, a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) prevê que no início de 2013 uma nova lista, atualizada, será divulgada. Se em 2002, animais como o lobo-guará, onça-pintada, urubu-rei e a anta poderiam desaparecer, agora a situação pode ter mudado.

Para confirmar se aumentou, diminuiu ou estagnou o número de bichos sob ameaça, até sexta-feira, 140 pesquisadores participam de um encontro no Campus da Vale da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) para conhecer o sistema de banco de dados, feito em plataforma virtual, foi desenvolvido pela Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul (FZB) e pela Companhia de Processamento de Dados do Estado (Procergs), com recursos da Sema, com o objetivo de promover a reavaliação da lista de espécies que correm risco de sumir do Estado.

O biólogo Glayson Bencke, coordenador da comissão técnica do processo, é reticente ao projetar qual resultado será apresentado no ano que vem. No entanto, acredita que a lista de animais em extinção deve aumentar. “Agora há novos critérios. O resultado, portanto é desconhecido. Ainda assim, infelizmente a tendência é que o número seja maior, ainda que a expectativa é que seja triste”, avaliou. Segundo Bencke, entre os motivos que o fazem prospectar de forma negativa estão a perda de mata nativa, destruindo o habitat natural dos bichos, a caça desenfreada e também a mudança no clima.

Após o encontro, haverá um prazo de 90 dias para a aplicação dos formulários entre pesquisadores, avaliadores e colaboradores. Em dezembro, será feito o segundo workshop para a conclusão dos trabalhos e validação da lista, incluindo a disponibilização para consulta pública. “Nossa administração deu ênfase à valorização do conhecimento e da capacidade de cada um dos técnicos envolvidos no processo, sem nenhuma influência política, o que garante a legitimidade da nova listagem”, disse o titular da Sema, Helio Corbellini.

Animais em perigo:

– Araçari-Castanho (Pteroglossus castanotis)
– Macuco (Tinamus solitarius)
– Urubu-Rei (Sarcoramphus papa)
– Gavião-de-Cabeça-Cinza (Leptodon cayanensis)
– Anta (Tapirus terrestres)
– Veado-Campeiro (Ozotoceros bezoarticus)
– Lobo-Guará (Chrysocyon brachyurus)
– Onça-Pintada (Panthera onca)
– Bracanjuva (Brycon orbignyanus)
– Peixe-Anual (Austrolebias adloffi)

 

Crédito: Correio do Povo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat