• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Inter tropeça na LDU e perde a primeira partida da final da Recopa Sul-Americana

Digiqole ad

Sem vencer há seis jogos e sem marcar há quatro, o Internacional tropeçou na LDU, na noite desta quinta-feira, e perdeu, no Beira-Rio, a primeira partida da decisão da Recopa Sul-Americana por 1 a 0. Os gaúchos não conseguiram furar a retranca equatoriana e pouco ameaçaram os rivais diante da torcida colorada. O resultado quebrou, ainda a série invicta do time no estádio, onde não era derrotado desde 23 de novembro de 2008, quando perdeu para o Fluminense por 2 a 0, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.

Para chegar ao bicampeonato, o Inter precisará vencer o jogo de volta por qualquer placar diferente do 1 a 0 – que levaria a decisão para os pênaltis.

O time do técnico Tite, campeão da Copa Sul-Americana, volta a enfrentar os equatorianos, atuais donos da Libertadores da América, para o jogo decisivo, em Quito, no dia 9 de julho. Antes disso, os gaúchos recebem o Coritiba, no domingo, pelo Brasileirão, e o Corinthians, pela final da Copa do Brasil, na quarta-feira, dia 1º.

Os visitantes não fizeram cerimônia e partiram para o ataque no primeiro minuto do confronto. Bieler avançou pela direita, foi à linha de fundo e cruzou para a área, mas Lauro, atento, ficou com a bola. Aos 9, Taison aproveitou a sobra da zaga equatoriana e tentou surpreender Dominguez com uma bomba de fora da área, mas a bola pegou muito efeito e saiu à esquerda do goleiro da Liga.

Com toque de bola rápido, o ataque colorado procurava, sem sucesso, uma brecha no 3-6-1 da equipe do técnico Jorge Fossati. Mas as chances eram raras para os dois times. Apenas aos 19, após tentar jogada com Bieler, o meia Vera deu o primeiro chute contra a meta colorada, mas a tentativa teve mais força que pontaria.

Aos 26, Taison recebeu passe de D’Alessandro e chutou rasteiro da meia-lua. Dominguez espalmou e conseguiu fazer a defesa definitiva antes que Alecsandro pegasse o rebote.

Lances polêmicos, aos 28. Em cobrança de falta pela esquerda, D’Alessandro fez o levantamento na área equatoriana e a bola resvalou na mão de Calle, que tinha o braço esquerdo esticado. Enquanto alguns colorados reclamavam com a arbitragem, Andrezinho tentava o drible na entrada da área, mas se atrapalhou e cedeu o contra-ataque. Guiñazu conseguiu interromper a jogada veloz dos visitantes, mas, na sequência, foi puxado e quase viu Bieler abrir o placar em chute forte. Lauro mandou para escanteio.

Em nova falha de Andrezinho, aos 39, De La Cruz roubou a bola no meio-campo, avançou e bateu no canto direito de Lauro, que voltou a mostrar serviço e defendeu com segurança.

Com a arbitragem poupando nos cartões amarelos, a etapa inicial, acabou marcada por jogadas duras dos dois lados. Apenas quatro jogadores foram advertidos, no entanto – os colorados Andrezinho e Índio, além de De La Cruz e Campos, da LDU.

Sob a ameaça de ver as jogadas violentas tomarem conta da partida, o árbitro Juan Soto, da Venezuela, voltou dos vestiários mais atento ao aspecto disciplinar. Aos três minutos, o argentino Guiñazu recebeu amarelo por segurar o adversário. Aos 5, Calle impediu o avanço de Taison e foi punido.

Com sua equipe esbarrando nas mesmas dificuldades da primeira metade da partida, o técnico Tite pôs Giuliano na vaga de Andrezinho, em noite pouco inspirada. Mesmo assim, o Inter cedeu a vantagem aos 11 minutos. Lara avançou pela esquerda, driblou Sandro, dentro da área, e rolou para trás. A bola caiu nos pés de Bieler, que chutou de primeira. Lauro conseguiu espalmar, mas, no rebote, o atacante do time equatoriano mandou para o fundo das redes.

Apesar do placar adverso, a torcida colorada só interrompeu os gritos de incentivo ao time quando Tite chamou Leandrão para o aquecimento – o atacante substituiu o apagado Alecsandro.

Se a situação colorada já não era boa, piorou aos 24. Bolívar, que já havia se estranhado com os rivais durante a substituição do meia Lara por Graf, agrediu Vera e acabou expulso pelo árbitro.

Aos 39, quase saiu o empate. Taison aproveitou o cruzamento de Danilo Silva, mas concluiu por cima do gol de Dominguez. Jogando no contra-ataque, a LDU quase ampliou aos 43, em chute cruzado de Larrea, que saiu pela linha de fundo.

Com o apito final, ao som das primeiras vaias da temporada, o time colorado deu início à contagem regressiva para o duelo com o Corinthians.

 

Crédito: Globo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat