• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Inter é castigado no fim e perde por 1 a 0 para o Santa Fe

 Inter é castigado no fim e perde por 1 a 0 para o Santa Fe
Digiqole ad

O Inter segurou tanto na marcação pelo empate que acabou castigado no fim do jogo desta quarta-feira contra o Santa Fe, pelo confronto de ida das quartas de final da Libertadores. Os colombianos pressionaram até arrancarem o gol da vitória por 1 a 0 no El Campín, o que complica o jogo de volta para os colorados no Beira-Rio. Na partida da próxima quarta-feira, serão necessários dois gols de diferença para avançar às semifinais e manter vivo o sonho do tri da América.

Antes de voltar a encarar o Santa Fe, o Inter entra em campo no próximo sábado, contra o Vasco, no Rio de Janeiro. A partida será válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. 

Primeiro tempo morno

O primeiro tempo pode ser classificado de “tático” da parte do Colorado. Diego Aguirre montou uma marcação fortíssima e durante a maior parte do tempo a equipe esperou o Santa Fe para especular nos contragolpes. As chances foram poucas e as conclusões a gol nulas.

Numa etapa em que nem Castellanos, nem Alisson fizeram defesas, a inspiração técnica e a qualidade do chute ficaram devendo. Os donos da casa “abriram os trabalhos” aos 11 minutos quando Omar Pérez cruzou na área e Anchico aparece no primeiro pau para concluir. Na cara do gol, contudo, ele mandou para fora.

Valdívia e Ernando perdem chances

Para o Inter, as melhores chances vieram num contra-ataque com Valdívia, que tentou um gol de cobertura de muito longe e desperdiçou; e na bola parada. Num dos rebotes de escanteio, a bola sobrou para Ernando, na meia-lua. O zagueiro improvisado na lateral chutou colocado, tentando o canto direito, mas a bola desviou em tiro de meta.

No final do primeiro tempo, os colombianos perderam a melhor chance. Mosquera foi lançado na intermediária ofensiva, cortou os dois zagueiros do Inter, mas falhou na hora do chute. Pegou muito embaixo da bola e mandou sobre a meta. 

Santa Fe vai para cima

A segunda etapa foi de uma realidade bem diferente. Os times voltaram iguais, mas o ímpeto do Santa Fe aumentou demais, enquanto os colorados começaram a sentir os 2,6 mil metros de altitude da capital da Colômbia. A pressão foi enorme sobre o setor defensivo colorado, mas aí surgiu Alisson para salvar.

Logo aos seis minutos, o goleirão trabalhou num chute de Roa. Aos 19, teve habilidade e estrela no mesmo lance. Conseguiu espalmar à queima-roupa cabeceio de Mina, mas deu rebote. Mosquera apareceu para fulminar de voleio, mas a trave salvou o Inter.

Inter não aguenta a pressão

Trave que voltou a “participar” no caldeirão do El Campín. Mosquera apareceu de cabeça e encobriu Alisson, mas a bola espirrou no travessão. Aí veio a chance do Inter matar o jogo, num presente da zaga colombiana. A bola foi mal recuada e Lisandro López ficou na cara do gol. Ao invés do chute, tentou mais um drible e acabou desarmado. 

Aos 28 minutos, o Santa Fe perdeu grande chance. Borja foi lançado nas costas da zaga, sem marcação. De frente para Alisson, ele disparou o chute, mas pegou embaixo e isolou. A resposta do Inter veio com Nilmar, que entrou no lugar de Sasha. No contra-ataque, ele correu mais que a marcação e, cara a cara com o goleiro, tocou por cobertura. O goleiro Castellanos conseguiu tocar na bola e Mina tirou quase em cima da linha o gol colorado.

Logo em seguida, Aguirre recuou ainda mais a equipe, colocando Réver no lugar de Lisandro López. Mas mesmo com três zagueiros em campo, veio o castigo. Já nos acréscimos, Omar Perez cruzou e Mosquera subiu sem marcação na pequena área. Alisson estava na bola, mas passou rápido demais para salvar essa: 1 a 0 justo pela disposição de atacar dos donos da casa.

Libertadores – Quartas de final

Santa Fe 1
Leandro Castellanos; Yulián Anchico, Mina, Francisco Meza e Mosquera; Daniel Torres, Juan Roa, Luis Seijas e Omar Pérez; Morelo (Borja) e Páez (Rivera). Técnico: Gustavo Costas.

Inter 0
Alisson; William, Alan Costa, Juan e Ernando; Rodrigo Dourado, Aránguiz, Eduardo Sasha (Nilmar), Valdívia e D'Alessandro (Nico Freitas); Lisandro López (Réver). Técnico: Diego Aguirre.

Gol: Mosquera (46min/2ºT).
Cartões amarelos: D'Alessandro (I); Roa (S).
Local: El Campín, Colômbia.
Árbitro: Nestor Pitana.

 

Foto: Ricardo Giusti

 

Crédito: http://correiodopovo.com.br/Esportes/556960/Inter-e-castigado-no-fim-e-perde-por-1-a-0-para-o-Santa-Fe

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat