• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Famurs organiza paralisação de prefeituras no dia 11 de abril

 Famurs organiza paralisação de prefeituras no dia 11 de abril
Digiqole ad

As prefeituras devem paralisar as atividades no dia 11 de abril. Na Assembleia Geral da Famurs, que reúne os presidentes das Associações Regionais de Municípios, realizada nesta quarta-feira (02/04), ficou decidido que os prefeitos gaúchos participarão da mobilização dos municípios em todo o Brasil, organizada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). Batizada de “Viva o Seu Município. Você nasceu aqui não o deixe morrer”, a campanha tem o objetivo de chamar a atenção para a situação de crise financeira das cidades do país. No Rio Grande do Sul, o ato acontecerá na Praça da Matriz, em frente ao Palácio Piratini, em Porto Alegre, das 9h às 12h. São aguardadas mais de 10 mil pessoas para o evento.

“Os municípios continuam recebendo novas atribuições dos governos federal e estadual sem a devida contrapartida financeira”, afirma o presidente da Federação, Valdir Andres. A Famurs sugere que os prefeitos decretem ponto facultativo nos seus municípios e tragam pelo menos um ônibus de pessoas até Porto Alegre para participar da manifestação. Serão mantidos pelas prefeituras apenas os serviços essenciais de saúde e educação. Durante o protesto cívico e pacífico, serão distribuídos folders, cartazes e faixas com as principais reivindicações da pauta municipalista.

Assembleia Geral
A segundo encontro de presidentes regionais foi marcado pela estreia de 12 novos dirigentes de Associações de Municípios na Assembleia Geral. Assumiram o assento os presidentes da Associação dos Municípios do Alto Jacuí (Amaja), Lirio Riva; Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul), Ildo Sallaberry; Associação dos Municípios do Alto da Serra do Botucaraí (Amasbi), Paulo Cattaneo; Associação dos Municípios da Grande Porto Alegre (Granpal), Paulo Bier; da Associação dos Municípios da Zona da Produção (Amzop), Edmilson Pelizari; da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat), Sidnei Eckert; da Associação dos Municípios dos Campos de Cima da Serra (Amucser), Frederico Becker; da Associação dos Municípios da Região Celerio (Amuceleiro), Osmar Kuhn; da Associação dos Municípios do Litoral Norte (Amlinorte), Silvio Fofonka; da Associação dos Municípios da Encosta Nordeste (Amesne), Aícaro Ferrari; da Associação dos Municípios do Centro Serra (Amcserra), Reges Scapim; e da Associação dos Municípios do Centro do Estado (Amcentro), Julio Cesar Ruivo.

Os novos integrantes ressaltaram a importância de Andres ter quitado as dívidas de R$ 509 mi herdadas da administração passada e zerado o déficit acumulado em cerca de R$ 900 mil. Novos prefeitos, como o de Soledade, Paulo Ricardo Cattaneo, presidente da Amabi, ficou indignado com a grave situação financeira herdada pela atual administração da Famurs. “Quem deixou estas dívidas precisa ser responsabilizado civil e criminalmente”, reclamou. O prefeito de Getúlio Vargas, Pedro Paulo Prezzotto, lembrou que as dívidas e as ações trabalhistas são de responsabilidade das duas últimas administrações da Famurs.
Também participaram do encontro o secretário estadual de habitação do RS, Marcel Frison; o presidente do Conselho estadual de Segurança Alimentar do RS, Miguel Montaña; a subchefe de Ética e Transparência da Casa Civil do RS, Juliana Botelho, e a presidente da Comissão do Prêmio de Responsabilidade Social da Assembleia Legislativa, Simone Imperatore.

Serviço
O que: Mobilização “Viva o Seu Município” – Paralisação Nacional das Prefeituras
Quando: sexta-feira, dia 11 de abril
Horário: das 9h às 12h.
Local: Praça da Matriz (Praça Marechal Deodoro, 101)

 

Crédito: Betão Carneiro

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat