• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Fabíola Molina vence duas, e João Júnior é ouro nos 50m peito em Paris

Digiqole ad

O Brasil foi muito bem no primeiro dia de finais do Aberto de Paris de natação. Fabíola Molina levou o ouro nos nos 50m e nos 100m costas, enquanto João Júnior venceu os 50m peito. Gabriel Mangabeira, Guilherme Guido e Joanna Maranhão também fizeram bonito, levando a prata nos 100m borboleta, 50m costas e nos 400m medley, respectivamente. Diogo Yabe ficou com o bronze nos 400m medley, no masculino.

Quem também brilhou, apesar de não ter levado a medalha, foi Nicholas Santos. Nos 50m livre masculino, o brasileiro ficou em quarto, com o tempo de 22s33, atrás apenas dos maiores nomes na prova. O ouro ficou com o francês Fred Bousquet, recordista mundial, que não superou sua melhor marca (20s94), mas venceu com boa diferença para o compatriota Alain Bernard, segundo colocado, com 22s10m. O ex-recordista mundial Eamon Sullivan, da Austrália, completou o pódio, em terceiro lugar, com o tempo de 22s14.

O brasileiro João Júnior conseguiu uma grande recuperação e, por apenas um centésimo, levou a medalha de ouro na prova de 50m peito do Aberto de Paris de natação. O nadador, que liderou as eliminatórias da disputa, superou o italiano Fabio Scozzoli com a marca de 27s69. O recordista mundial Felipe França ficou em terceiro, com 27s81, longe de sua melhor marca, 26s89.

João Júnior precisou recuperar a prova na reta final para conquistar a medalha. Scozzoli conseguiu boa vantagem no início, mas não segurou o ouro. Felipe França nadou próximo aos líderes desde o início, mas não chegou a ameaçar. O outro brasileiro na disputa, Henrique Barbosa, terminou em quinto, com 28s20.

O dia também foi de Fabíola Molina, que superou a holandesa Ranomi Kromowidjojo com o tempo de 28s72 e levou o ouro nos 50m costas. A francesa Esther Baron foi a terceira, à frente da outra brasileira na prova, Etiene Medeiros, que terminou em quarto-lugar.

O seu segundo ouro veio nos 100 m do mesmo nado. Em uma chegada disputada, a brasileira fez 1m02s38, chegando à frente de Esther Baron (1m02s55). Outra francesa, Alexianne Castel, completou o pódio.

Nos 100m borboleta, Gabriel Mangabeira foi o segundo colocado, com a marca de 52s14. Ele ficou atrás apenas do australiano Andrew Lauterstein, que fez 51s44, a apenas dois centésimos do recorde mundial da prova. Kaio Márcio ficou em quarto, com 52s80, atrás do sérvio Milorad cavic, que levou o bronze.

Guilherme Guido ficou com a prata nos 50 m costas, com o tempo de 25s40. Ele chegou a 36 centésimos do norte-americano Randall Bal, ouro, e quatro à frente do francês Camille Lacourt. O também brasuca Daniel Orzechowski ficou em quarto na prova.

A brasileira Joanna Maranhão também foi bem na difícil prova de 400m medley. A nadadora fez o percurso em 4m44s07, atrás da francesa Camille Muffat, com 4m39s43. A italiana Francesca Segat foi a terceira, com 4m48s39.

Na prova masculina de 400m medley, Diego Yabe levou o bronze, com 4m24s90. Ele ficou atrás do húngaro David Verraszto, ouro, e do francês Sébastien Rouault. Thiago Pereira foi o quinto, enquanto Henrique Rodrigues terminou em nono.

 

Crédito: Globo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat