• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Exposição elege o Fotógrafo de Astronomia de 2009

Digiqole ad

O ano de 2009 é o Ano Internacional da Astronomia e marca dois dos aniversários mais importantes na história do espaço. Primeiro, os 400 anos das primeiras observações astronômicas de Galileu Galilei e os 40 anos dos primeiros passos do homem na Lua. Para celebrar, foram planejados muitos eventos pelo mundo todo. O próximo evento que marcará o ano será a inauguração do espaço Photographer of the Year (Fotógrafo do Ano), no Observatório Real de Greenwich, em Londres, Reino Unido, que reúne trabalhos de profissionais e amadores selecionados por especialistas.

Segundo o site Times Online, houve mais de 450 inscrições de fotógrafos amadores dedicados de todo o mundo e até de pessoas realmente iniciantes no assunto. Com ajuda de uma câmera, um telescópio ou mesmo de um telefone celular, eles fizeram a arte e a ciência se encontrarem nas imagens.

Os vencedores serão anunciados no dia 9 de setembro. No dia seguinte, as imagens vencedoras serão apresentadas na exposição do Observatório Real, que se estenderá por quatro meses.

“Queremos mostrar às pessoas como é belo o Universo, para incentivá-las a olhar para as estrelas e pensar no seu lugar nele”, diz o Dr. Marek Kukula, astrônomo do Observatório Real de Greenwich e um dos juízes da competição, em entrevista ao site.

O concurso serve também para mostrar quão longe chegou a fotografia na astronomia. “Volte alguns anos e você perceberá que a fotografia na astronomia era bastante difícil”, diz o Dr. Kukula. “Antes, era o domínio de alguns amadores dedicados a astronomia. Agora, a tecnologia de telescópios e câmeras digitais alcançou o ponto em que é acessível a muitas e muitas pessoas. Concorrendo, tivemos até uma ou duas fotos da Lua tiradas com telefones celulares”, afirmou.

“O grande avanço é a maneira como se desenvolveu a tecnologia das câmeras, tornando muito mais fácil para tirar fotografias do espaço. As câmeras digitais podem ter uma interface com telescópios e agora também é possível comprar um telescópio realmente digno com algumas centenas de libras”, disse o astrônomo.

Categorias
O concurso tem três categorias – além da categoria especial para jovens aprendizes. A primeira é a ‘Espaço Profundo’, fotos de nebulosas (nuvens de gás brilhante) e galáxias, que são o mais difícil de fotografar. “Você não pode vê-las sem um telescópio poderoso”, explica o Dr. Kukula. A ‘Terra e o Espaço’ é a segunda categoria e possui imagens que incluem um elemento da Terra, como a aurora boreal, para o qual não é necessário o uso de telescópios. A terceira categoria é a ‘Sistema Solar’, que inclui o Sol e sua família de planetas, luas, asteróides e cometas, imagens que podem ser captadas com um pequeno telescópio.

A exposição Fotógrafo de Astronomia do Ano acontecerá no Observatório Real de Greenwich, Londres, de 10 de setembro a 10 de Janeiro de 2010. Mais informações, pelo site do Museu Marítimo Nacional: www.nmm.ac.uk.

 

Crédito: Terra

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat