• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Entidades sugerem exclusão de PPCI em propriedades rurais

 Entidades sugerem exclusão de PPCI em propriedades rurais
Digiqole ad

Os setores de produção animal, liderados pelo Fundesa, entregaram na última terça-feira, dia 15, um documento ao Comando do Corpo de Bombeiros sugerindo a exclusão das instalações de propriedades rurais da legislação eque exige PPCI – Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio.

 

A solicitação refere-se a instalações como pocilgas, aviários, estábulos e bretes. A decisão foi tomada em reunião com os conselheiros do Fundo nesta segunda-feira.

“Não existe histórico de sinistros em propriedades rurais no Rio Grande do Sul e o risco, pelo baixo fluxo de pessoas nas instalações, é desprezível”, garante o presidente do Fundesa, Rogério Kerber.

 

O documento, encaminhado ao chefe da Divisão Técnica de Prevenção de Incêndios, do Corpo de Bombeiros, major Everton Dias, deverá ser avaliado na reunião do Conselho de Prevenção que ocorre ainda hoje, quinta-feira, dia 17.

“Chegamos à conclusão de que são exigências complexas e desnecessárias, que implicariam em alto custo para o produtor, em um momento em que, devido à conjuntura brasileira, os investimentos estão inviáveis”, alerta Kerber.

 

Atualmente, as instalações de propriedades rurais estão, por similaridade, enquadradas no mesmo regramento das indústrias que exige, entre outras ações, a instalação de hidrantes e a formação de brigadas de incêndio.

 

Crédito: Adelar Gonçalves/Dep. Jornalismo e Thais d’Avila – Assessoria de Imprensa – Fundesa

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat