• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Endividamento dos gaúchos diminui para 66,5% em setembro

Digiqole ad

O número de famílias que possuem dívidas caiu no mês de setembro. De acordo com dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor gaúcho (Peic-RS) foram divulgados nesta terça-feira pela Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS), 66,5% dos gaúchos têm algum débito em aberto, contra 73,2% em agosto e 77,9% em setembro de 2011. O resultado confirma a tendência observada em 2012, de endividamento menor do que no ano passado.

Um dos destaques do mês trata do percentual de famílias que não terão condições de pagar as dívidas atrasadas em 30 dias. O indicador apresentou forte redução em relação ao ano passado, passando de 14,9% em setembro de 2011 para apenas 3,2% neste ano. Também houve queda com relação ao mês anterior (6,4% em agosto).

Conforme o presidente do Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac, Zildo De Marchi, a manutenção do desemprego em valores historicamente baixos, associada ao menor endividamento e inadimplência, contribuiu para que a perspectiva de pagamento futuro das famílias melhorasse. “E a redução de juros auxilia nesse sentido, visto que reduz o peso de pagamento de algumas contas atrasadas”, diz De Marchi.

A parcela de famílias que se declara muito endividada, apesar de ainda se encontrar em patamar elevado, caiu de 22,5% em agosto para 20,8% em setembro. O tempo médio de comprometimento com dívidas apresentou nova queda, passando de sete meses em agosto para 6,6 meses em setembro.

 

Crédito: Correio do Povo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat