• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.7828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Detectada estrela mais distante e antiga do universo

Digiqole ad

Um grupo internacional de cientistas detectou a estrela mais distante e antiga encontrada até agora, confirmando que os corpos celestes já existiam quando o universo era apenas um jovem de 600 milhões de anos. Esta estrela supermassiva, centenas de vezes maior que o Sol, explodiu há 13 milhões de anos, gerando uma imensa radiação cujo último raio de luz chegou à Terra apenas seis meses atrás. As informações são da agência EFE.

A estrela foi rastreada em 23 de abril deste ano pelo satélite espacial SWIFT da Nasa, agência espacial americana. A passagem da radiação durou apenas 10 segundos, mas gerou uma espécie de “eco” que pode ser identificada por diferentes telescópios terrestres durante horas.

Os responsáveis pela descoberta são os astrofísicos Javier Gorosabel e Alberto Castro-Tirado, do Instituto de Astrofísica de Andalucía, do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC, na sigla em espanhol), e Alberto Fernández Soto, do Instituto de Física da Cantabria. A equipe publicou um estudo na revista científica britânica Nature com as conclusões da observação espacial.

 

Crédito: Terra

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat