• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Descoberto fóssil de “anaconda” de 13 m e 1 t

Digiqole ad

Fósseis encontrados no nordeste da Colômbia identificaram a maior serpente já descoberta, muito maior que a cobra gigante do filme Anaconda, estrelado por Jennifer López em 1997. O réptil de cerca de 60 milhões de anos tinha entre 12,8 e 13,7 m de comprimento e pesava mais de 1,1 t. As informações são da agência AP.

A espécie foi batizada de Titanoboa cerrejonensis e ficou conhecida como “jiboia gigante de Cerrejon”, região onde foi encontrada.

“Essa coisa pesa mais que um búfalo e é mais comprida que um ônibus urbano”, afirmou o especialista em cobras do Museu de História Natural de Nova York, Jack Conrad. Segundo ele, o monstro poderia “comer facilmente algo do tamanho de uma vaca e um ser humano estaria morto num instante”.

Além disso, avalia o pesquisador, a fera provavelmente se alimentava de parentes antigos dos crocodilos em florestas tropicais há 58 e 60 milhões de anos.

Para o principal autor da pesquisa, o paleontólogo Jason Head, da Universidade de Toronto Missisauga, a pessoa que se deparasse com este animal estaria em apuros. “Se ela tentasse entrar no meu escritório, teria sérias dificuldades em passar pela porta”, afirmou. O estudo foi publicado na edição desta quinta-feira da revista científica Nature.

“Embora seja uma parente das jiboias modernas, ela vivia mais como uma sucuri, e passava a maior parte do tempo na água”, explicou Head. A cobra também era capaz de rastejar pela terra e de nadar.

A Titanoboa cerrejonensis bateu o recorde de tamanho ao superar uma serpente de 40 milhões de anos descoberta no Egito, que media 3,5 m. Já a maior cobra entre as espécies vivas é uma píton de 9 m.

 

Crédito: Terra

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat