• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

De volta ao Texas, Spurs atropelam de novo e fazem 3 a 2 contra o Thunder

 De volta ao Texas, Spurs atropelam de novo e fazem 3 a 2 contra o Thunder
Digiqole ad

O San Antonio Spurs atropelou nos dois primeiros jogos das Finais da Conferência Oeste, quando jogou diante de sua torcida. O Oklahoma City Thunder dominou as duas partidas seguintes, quando teve o mando de quadra. Na noite desta quarta-feira, a série voltou ao Texas, e os Spurs voltaram a sobrar. Com Matt Bonner no lugar de Tiago Splitter, reserva pela primeira vez nos playoffs, a equipe da casa mostrou boa pontaria da linha de três pontos e contou com grandes atuações de Tim Duncan e Manu Ginóbili para vencer tranquilamente por 117 a 89, fazendo 3 a 2 no confronto.

As equipes voltam a jogar no sábado, com a série voltando para Oklahoma, onde o Thunder venceu os últimos nove jogos contra os Spurs.

Maior pontuador dos Spurs, com 22 pontos, Tim Duncan ainda conseguiu um duplo-duplo ao pegar 12 rebotes. Ginóbili anotou 19 pontos, Parker marcou 12, e o San Antonio acertou 13 das 26 bolas de três que tentou, quatro delas com Danny Green. Manu e Patty Mills fizeram três cada um. Reserva, Tiago Splitter jogou por 12 minutos, marcando seis pontos e pegando dois rebotes. O cestinha do jogo, apesar da derrota, foi Kevin Durant, com 25 pontos. Russell Westbrook marcou 21.

A troca de Tiago Splitter por Matt Bonner pareceu dar certo, e o San Antonio começou bem o jogo. Mas uma sequência de 13 a 2 para o Oklahoma City, com sete pontos de Kevin Durant, colocou os visitantes com uma boa vantagem, vencendo por 19 a 12. Dúvida antes do jogo com uma entorse no tornozelo direito, Reggie Jackson tratava de manter o bom momento do Thunder, acertando os cinco arremessos que tentou no primeiro quarto e marcando 11 pontos.

Os Spurs, porém, se recuperaram a tempo, e as bolas de três começaram a surtir efeito. Patty Mills e Danny Green acertaram arremessos de longe no minuto final para empatar o duelo em 32 a 32 ao fim do quarto.

Os times começaram errando muito no segundo quarto e demoraram mais de dois minutos para marcar os primeiros pontos com mais uma bola de três de Mills, respondida na mesma moeda por Derek Fisher na sequência. Aos poucos, o San Antonio foi passando a dominar o jogo e abriu 11 pontos de vantagem com uma jogada a seu estilo. Boris Diaw deu um toco em Durant, o time trabalhou bem a bola no contra-ataque, e Kawhi Leonard ficou livre para acertar de três e fazer 60 a 49.

Com 10 pontos na frente no intervalo (65 a 55), o time do Texas não diminuiu o ritmo na volta para o segundo tempo. Pelo contrário. Tony Parker acertou duas cestas seguidas para colocar a distância em 16 (79 a 63). O Thunder até deu a ilusão de que se manteria no jogo depois que Steven Adams aproveitou rebote de lance livre de Durant para diminuir a distância para 11. Mas os Spurs decidiram o jogo ainda no terceiro período, terminando o quarto com uma sequência de 12 a 4, com Splitter convertendo um lance livre para fazer 94 a 74.

O último quarto foi praticamente protocolar, com os titulares das duas equipes ganhando bom tempo de descanso. Ainda deu tempo de Danny Green acertar mais duas bolas de três, e o San Antonio passar por cima do adversário abrindo 33 pontos depois de Mills também arremessar de longe e fazer 109 a 76. Mais uma vez, os Spurs faziam a festa da torcida texana com uma vitória elástica e tranquila, desta vez por 117 a 89.

 

Crédito: Globo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat