• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Criminosos atacam agência bancária em Jaquirana, na serra gaúcha

Digiqole ad

O Banco do Brasil que fica no Centro de Jaquirana, na Serra, foi assaltado na madrugada desta sexta-feira. Bandidos usaram explosivos para chegar ao interior da agência. O local foi completamente destruído.

Os assaltantes chegaram a levar um morador como refém, mas a vítima foi liberada minutos depois na margem da rodovia que liga Jaquirana a São Francisco de Paula (ERS-110).

Conforme testemunhas, os cinco homens armados chegaram na cidade em um carro de cor preta, por volta da 1h. Durante o ataque, que durou cerca de 15 minutos, tiros foram disparados para o alto.

— Quando eles fugiram, obrigaram o refém a ficar com o corpo para fora do carro, na abertura do teto solar, e com os braços erguidos — contou o funcionário público Rodrigo Macedo, que acompanhou a ação. — Estava no computador quando ouvi o barulho dos tiros.
Foi um grande susto.

O refém, cuja identidade foi preservada pela polícia, não se feriu. Ele estava na rua em frente à agência com a mulher e com uma criança quando foi surpreendido pelos bandidos: os dois foram liberados e também não se feriram.

Ainda não há dados sobre o valor levado. Conforme informações preliminares, os bandidos conseguiram chegar ao cofre principal da agência. Dois caixas eletrônicos também foram destruídos.

Com 4 mil habitantes, Jaquirana segue o padrão de outros municípios que sofreram ataque a banco neste ano. A Brigada Militar tem apenas um policial por turno na madrugada e a localização possibilita rotas variadas de fuga — a BR-285 (Vacaria-São José dos Ausentes) e a ERS-110 cortam a cidade.

A Brigada Militar da região faz buscas, mas, até o fim da madrugada, não havia pistas dos criminosos. O delegado Juliano Ferreira, titular da Delegacia de Repressão a Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), também viajou para Jaquirana.

Este é o 19º arrombamento a banco com explosivos no Rio Grande do Sul em 2012.

 

Crédito: Diário Gaúcho

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat