• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Conversa de rádio revela mudança de estratégia da Renault em Cingapura

Digiqole ad

De uma hora para outra, as três paradas de Fernando Alonso em Cingapura viraram duas, e a primeira foi antecipada em quatro voltas. Diante da surpresa com a mudança repentina de estratégia, o diretor da Renault tranquilizou os engenheiros: “Está tudo bem”. A investigação sobre a suposta fraude da equipe no GP do ano passado, quando Nelsinho Piquet teria batido de propósito para facilitar a vitória de Alonso, ganhou novos elementos nesta terça-feira. O jornal britânico “The Times” publicou trechos da conversa de rádio da escuderia durante a prova.

A transcrição dos diálogos revela uma inesperada mudança de estratégia em relação a Alonso. O espanhol faria três paradas, mas, por coincidência ou não, foi para os boxes mais cedo e reabasteceu. Duas voltas depois, foi beneficiado pelo acidente de Nelsinho, que o deixou em vantagem para conseguir a primeira posição e, consequentemente, a vitória.

– Eu posso dizer que não vamos mais fazer três paradas – diz Pat Symonds, diretor técnico da Renault, que antecipou em quatro voltas a entrada do piloto espanhol nos boxes e mudou a estratégia para apenas dois pit stops.

Mais tarde, Symonds diz a um engenheiro não identificado.

– Não se preocupe com o combustível, pois vamos tirá-lo (Alonso) do tráfego mais cedo.

Nelsinho também surge na transcrição dos diálogos, preocupado em saber em que volta estava. Symonds responde pelo rádio:

– Ele está para completar a volta 8. Apenas avise-o que ele está terminando a volta número 8.

Pouco depois, um engenheiro pergunta se haverá realmente mudança de planos. O diretor afirma que sim, mas o engenheiro, novamente não identificado, parece estranhar a decisão.

– Pat, você não acha que está muito cedo (para ele parar)?

Symonds, então, reafirma que “está tudo certo”, e o engenheiro se limita a respondes “Ok, entendi”.

Mais tarde, após a batida, trechos mostram o brasileiro pedindo desculpa pelo erro. Briatore também aparece na gravação, só que demonstrando irritação com Nelsinho.

– Desculpa, pessoal. Tive uma pequena derrapagem.

Um dos engenheiros pergunta:

– Ele está bem? Ele está bem?

Symonds pede:

– Pergunta se está tudo bem com ele”.

O piloto brasileiro responde:

– Sim. Bati com a parte de trás da cabeça. Mas acho que está tudo ok.

Passados vários minutos, o chefe de equipe, Flavio Briatore, aparece no rádio mostrando sua irritação com Nelsinho.

– Que desgraça. Ele não é um piloto.

 

Crédito: Globo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat