• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Confira cinco dicas para ir bem nos vestibulares

 Confira cinco dicas para ir bem nos vestibulares
Digiqole ad

A temporada de vestibulares ainda está longe, mas os candidatos não devem perder tempo se querem alcançar bons resultados nos exames. A primeira medida para um ano de sucesso é definir o curso e as universidades em que o vestibulando pretende ingressar. “Refletir bem sobre a carreira de trabalho que ele quer seguir irá ajudá-lo a focar no objetivo pessoal ao longo do ano. É importante também perceber se as suas habilidades, como a facilidade em desenhar, por exemplo, atendem à graduação escolhida”, explica ao site de VEJA Daniel Perry, professor de história e coordenador do curso pré-vestibular Anglo.

 

Yuri Xavier, de 23 anos, estudou no cursinho Anglo e este ano irá cursar engenharia da computação na Universidade de São Paulo (USP). A sua rotina começava logo de manhã, quando ele assistia às aulas até o horário do almoço. Das 15 às 22 horas, ele revisava na sala de estudo da própria instituição o conteúdo ensinado no período matutino, refazia os exercícios e tirava as dúvidas com os plantonistas. Apesar de ficar sete horas estudando, o estudante reconhece a importância do descanso e dá uma dica para os candidatos: “Seja sincero e aceite os limites do seu corpo. Tem um momento que dá para forçar mais algumas horas de estudo, mas também existe o momento que você está cansado e precisa parar para descansar a mente”.

Para a aluna Ana Laura Pantaleão dos Santos, de 20 anos, futura engenheira biomédica, a prática de exercícios físicos é essencial durante esse ano de estudos e, principalmente, perto das datas de provas. “Nos dias que antecedem os vestibulares é importante que você relaxe um pouco. A atividade física ajuda a diminuir a ansiedade e nervosismo da prova.” Ana foi aprovada em engenharia de bioprocessos na Universidade Estadual Paulista (Unesp) e na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e em engenharia biomédica em quatro instituições americanas. A estudante optou por estudar nos Estados Unidos, mas ainda não decidiu em qual das escolas irá se matricular.

Confira as cinco dicas que podem ajudar na preparação para a maratona de estudos:

O que quero para mim?

 

Definir metas e objetivos ajudam o estudante a focar nos estudos e filtrar as universidades que deseja ingressar no ano que vem. Quando há metas e objetivos estabelecidos, o vestibulando consegue reconhecer e direcionar melhor suas habilidades e corrigir seus erros na hora de estudar.

Organizar uma rotina

 

É importante o aluno ter uma rotina de horário e segui-la diariamente para não acumular matéria. “Eu estudava de manhã no cursinho, das 7h às 13h20. Chegava em casa, almoçava e já ia separando meus livros para iniciar a tarde de estudos. Todos os dias eu fazia isso e ficava até às 20h revisando matéria e refazendo os exercícios”, relatou a estudante Ana Laura Pantaleão.

Alimentação

 

A maioria das provas de vestibular são depois do horário do almoço, o que significa que a alimentação pela manhã deve ser reforçada para evitar a fome na hora da prova. Estômago vazio pode resultar em hipoglicemia (baixa da taxa de glicose no sangue), causando sonolência, dificuldade de concentração e até queda de pressão. Porém, a refeição não deve ser um prato que demore na hora da digestão, como feijoada. O ideal é consumir carboidratos, que são uma ótima fonte de energia para o cérebro. Levar um lanche natural para comer durante a prova também é aconselhável.

Local de estudo

 

Um local silencioso e sem bagunça ajuda o estudante na hora da concentração da leitura ou quando estiver resolvendo os exercícios. Bibliotecas públicas, a escola ou cursinho são bons locais para os alunos estudarem.

Atividade Física

 

Separar um horário para exercícios físicos, mesmo que seja uma caminhada de trinta minutos, três vezes por semana, ajuda o cérebro a armazenar mais informações. Estudos em neurociência de instituições americanas, como a Universidade Illinois, afirmam que, quando nos exercitamos, neurônios existentes fazem novas conexões, aumentando a velocidade de aprendizado.

 

 

Crédito: http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/confira-cinco-dicas-para-ir-bem-nos-vestibulares-2017

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat