• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Com LeBron certeiro e Bosh decisivo, Heat empata a final da NBA em 1 a 1

 Com LeBron certeiro e Bosh decisivo, Heat empata a final da NBA em 1 a 1
Digiqole ad

Dois jogadores fizeram a diferença para o Miami Heat na noite deste domingo. Certeiro, LeBron James anotou 35 pontos e comandou a vitória sobre o San Antonio Spurs no AT&T Center. Já Chris Bosh foi decisivo. O ala-pivô acertou uma cesta de três e fez bela jogada nos segundos finais para decretar a quebra do mando de quadra, deixando a série final da NBA empatada em 1 a 1. O próximo jogo será na terça-feira, às 22h, na casa do Miami.

Livre das cãibras que o afetaram no jogo 1, LeBron ignorou as provocações da torcida, que levou cartazes com as expressões de choro do astro, e foi o cestinha da partida, com 35 pontos. Pelo Miami, Bosh apareceu logo atrás com 18. Tony Parker, com 21, Manu Ginóbili, com 19, e Tim Duncan, com 18 pontos e 15 rebotes, foram os destaques dos Spurs.

Aos 38 anos, Duncan ainda igualou o recorde de Magic Johnson e agora é o jogador com o maior número de duplos-duplos em playoffs, com 157. Wilt Chamberlain aparece em segundo, com 143, e Shaquille O’Neal em terceiro, com 142. Já Parker ultrapassou a marca de Michael Jordan (1022) em número de assistências nos playoffs. O francês deu sete na noite e chegou a 1026 para roubar o oitavo lugar do maior jogador de basquete de todos os tempos. Magic Johnson, com 2318, é o número 1.

O JOGO
O primeiro quarto foi de Tim Duncan. O veterano infernizou a defesa dos atuais campeões. Com duas enterradas, uma delas após assistência de Splitter, o ala-pivô ajudou a abrir seis pontos de vantagem: 14 a 8. As equipes tinham bom aproveitamento nos arremessos, e LeBron James marcou seus dois primeiros pontos só aos sete minutos de jogo. A última posse era dos Spurs, Manu Ginóbili segurou a bola, armou a jogada, mas deu um passe bizarro para fora. O Heat tinha cinco segundos para tentar algo. Mas Dwyane Wade, que não tentou um arremesso sequer no quarto, também desperdiçou a chance e jogou o lateral para fora. Os 11 pontos de Duncan e cinco de Tony Parker deram a vitória parcial ao San Antonio: 26 a 19.

Se o começo do jogo foi de Duncan, o segundo quarto era de LeBron. Os papéis se inverteram. O ala comandou o Miami e marcou os mesmos 11 pontos de Duncan na partida, chegando aos 13. Por outro lado, o ala-pivô dos Spurs zerou e foi para o intervalo sem pontuar mais. Apesar de Wade estar perdido em quadra, marcando sua primeira cesta apenas a oito minutos do fim do segundo quarto, LeBron chamou a responsabilidade para si e não decepcionou. Na bandeja ou na infiltração, aproveitando o rebote ou a falha de Mario Chalmers, o craque do Heat virou o placar. Mas do outro lado tinha Tony Parker. O francês fez bela jogada no contra-ataque e anotou deu 11º ponto. Só que LeBron respondeu: 43 a 43. Na última chance, Duncan teve a chance de recolocar os Spurs em vantagem e desperdiçou uma bola que não costuma errar, embaixo da cesta.

Os Spurs voltaram acertando a mão de três pontos, dom Danny Green e Kawhi Leonard, e com Ginóbili roubando a bola e marcando mais dois. Mas do outro lado tinha LeBron, que continuava liderando o Heat sem a ajuda de Wade, pelo menos até aquele momento. Recuperado das cãibras que o tiraram dos minutos finais do jogo 1, LeBron marcou 13 pontos seguidos e deu uma vantagem de cinco para o Heat. Ginóbili respondeu após bela assistência de Splitter e deixou tudo igual. Enfim, Wade entrou na partida e começou a acertar, terminando o terceiro quarto com 12 pontos. Mas Parker, no estouro do cronômetro fez mais dois, e os Spurs foram para o quarto final com um ponto de vantagem: 78 a 77.

Lá e cá. Assim foi o quarto decisivo do jogo. Lewis acertava de três, Green respondia: 85 a 85. LeBron continuava certeiro, mesmo no estouro do cronômetro. A 6m43s do fim, Chalmers deu uma cotovelada em Parker, e os árbitros marcaram falta flagrante. Após se contorcer de dor no chão, o francês errou os dois lances livres. Assim como Duncan, que sofreu falta e também desperdiçou. LeBron não. De três, ele colocou o Miami em vantagem mínima: 88 a 87. Os dois times erraram no ataque, Diaw fez de longe e igualou em 90 a 90. Chris Andersen apareceu a 2m40s, mas Parker fez 93 a 92 com um chute de três, chegando aos 21 pontos.

Com pouco mais de um minuto para o fim do jogo (1m18s), LeBron chamou a jogada, atraiu a marcação e entregou para Bosh, sozinho, virar a partida: 95 a 93. Ginóbili errou duas vezes, e Miami se aproveitou. Faltando 28 segundos, Bosh apareceu de novo. Segurou a bola, fez bela jogada e serviu Wade, que fez 98 a 93. San Antonio tinha nove segundos no cronômetro. Ginóbili até acertou de três, mas já não dava mais tempo para a virada. O Miami quebrava o mando dos Spurs no AT&T Center.

PARCIAIS
1º quarto: Spurs 26 x 19 Heat
2º quarto: Spurs 17 x 24 Heat (43 x 43)
3º quarto: Spurs 35 x 34 Heat (78 x 77)
4º quarto: Spurs 18 x 21 Heat (96 x 98)

OS JOGOS DA SÉRIE
Jogo 1: San Antonio Spurs110 x 95 Miami Heat, em San Antonio
Jogo 2: San Antonio Spurs 96 x 98 Miami Heat, em San Antonio
Jogo 3: 10/06 – Miami Heat x San Antonio Spurs, em Miami
Jogo 4: 12/06 – Miami Heat x San Antonio Spurs, em Miami
Jogo 5: 15/06 – San Antonio Spurs x Miami Heat , em San Antonio*
Jogo 6: 17/06 – Miami Heat x San Antonio Spurs, em Miami*
Jogo 7: 20/06 – San Antonio Spurs x Miami Heat, em San Antonio*
*Se necessário

 

Crédito: Globo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat