• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Cavs vacilam, mas, com show de LeBron, vencem prorrogação histórica e empatam final

 Cavs vacilam, mas, com show de LeBron, vencem prorrogação histórica e empatam final
Digiqole ad

Atuação incrível de LeBron James. Jogo excepcional de Klay Thompson. Empate no fim do último quarto. Prorrogação pela primeira vez na história das finais da NBA tanto no jogo 1 como no jogo 2. E mais um show para os amantes do basquete.

 

Em partida que teve um fim de tirar o fôlego, o Cleveland Cavaliers superou o Golden State Warriors por 95 a 93 em plena Oracle Arena e empatou a série decisiva da liga em 1 a 1.

 

SAIBA MAIS

Curry nasceu no 'berço' de LeBron e foi criado no estado de Jordan

LeBron montou o time que queria nos Cavs, mas ficou 'sozinho' na final

Fora das finais da NBA, Irving é operado por causa de fratura na rótula

LeBron foi o líder da equipe de Ohio nas principais estatísticas. Ele foi o principal pontuador, com 39, o que mais conseguiu rebotes, com 16, e ainda o que mais distribuiu assistências para os companheiros, com 11 – foi o quinto triple-double de sua carreira em finais da liga.

 

Foi ainda a primeira vez que um atleta termina com ao menos 35 pontos, 15 rebotes e 10 assistências em um jogo de final da NBA desde 1988.

O pivô russo Timofey Mozgov também fez boa partida ao conseguir um double-double, com 17 pontos e 11 rebotes.

Do lado dos Warriors, Klay Thompson fez partida sensacional e liderou a equipe de dentro da quadra, com 34 pontos. O armador compensou em boa parte da partida o sumiço do seu companheiro de posição e MVP da temporada Stephen Curry.

O astro da franquia de Oakland terminou o jogo com 19 pontos. Ele acertou apenas duas de 15 tentativas de três pontos. Muito deste baixíssimo aproveitamento foi graças ao ótimo trabalho de marcação de Matthew Dellavedova.

O australiano – substituto de Kyrie Irving, que está fora das finais após fraturar a rótula do joelho esquerdo no jogo 1 – fez nove pontos e praticamente não deixou Curry respirar ao longo do duelo. 

No mano a mano, aliás, ele venceu com sobras: Curry não conseguiu acertar nenhum dos 13 arremessos que tentou contra a marcação do australiano. A estrela do Golden State ainda perdeu a bola quatro vezes quando foi pressionado pelo adversário.

O jogo em si foi como o duelo que abriu a série: muito equilíbrio. Os Cavaliers saíram para o intervalo com apenas dois pontos de vantagem. Os Warriors tiveram uma chance gigantesca de entrar no quarto final da partida apenas um ponto atrás, mas um erro bizarro impediu isso.

Em contra-ataque, Marreese Speights, sem marcação, errou a enterrada. Na sequência da jogada, ele ainda derrubou sem querer um dos juízes em quadra. Na parte final da partida, os Cavaliers chegaram a disparar no placar – abriram 11 pontos de vantagem -, mas vacilaram e permitiram o empate dos Warriors a sete segundos do fim. Na última posse do quarto quarto, James e Thompson erraram os arremessos, e partida foi para a prorrogação.

No tempo extra, os Cavaliers rapidamente abriram cinco pontos, mas novamente os donos da casa reagiram. A 29.5 segundos do fim, Curry converteu dois lances livres e virou a partida para 93 a 92. A 10.2 segundos do fim, Dellavedova sofreu falta, também acertou os dois arremessos e fez o vira-vira: 94 a 93.

Na provável última posse, Curry errou o arremesso. No rebote, LeBron sofreu a falta. Ele errou um dos lances livres, mas acertou o outro: 95 a 93. E na última jogada, Curry, marcado pelo incansável Dellavedova, errou o passe para os Cavaliers, enfim, vencerem um duelo insano – foi apenas a terceira derrota dos Warriors em 50 jogos em casa na temporada.

O jogo 3 da série ocorrerá na próxima terça-feira (9/6) e será o primeiro com mando dos Cavaliers na final. A partida começa às 22h e terá transmissão exclusiva da ESPN e do WatchESPN.

 

 

Crédito: http://espn.uol.com.br/noticia/516729_cavs-vacilam-mas-com-show-de-lebron-vencem-prorrogacao-historica-e-empatam-final

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat