• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Casal condenado a mais de 40 anos de prisão

Digiqole ad

O casal P.B.S. e sua esposa C.S.S., residentes na Capela Passo do Carro, em Monte Alegre dos Campos, RS, presos preventivamente em ação da Polícia Civil de Vacaria – DPCA, desde o dia 18.04.2012, foi julgado e condenado nesta semana.

P.B.S. (homem de 35 anos de idade) foi condenado a 48 anos e 5 meses de reclusão pela prática de crimes de estupro, tortura e coação no curso do processo contra suas enteadas, irmãs hoje com 16 e 18 anos de idade.

Já C.S.S. (mulher de 45 anos de idade) foi condenada a 46 anos e 11 meses de reclusão pela participação em crimes de estupro, tortura e coação no curso do processo contra suas filhas, irmãs hoje com 16 e 18 anos de idade.

Segundo apurado em Inquérito Policial e posterior Processo Criminal, P.B.S. (padrasto das meninas), com o apoio e consentimento de C.S.S. (mãe das meninas), abusava das vítimas, no interior da casa onde residiam, em Monte Alegre dos Campos, RS, desde que as meninas tinham por volta de 03 e 05 anos de idade, respectivamente.

Além disso, apurou-se que as vítimas eram ameaçadas e agredidas com um rabo de tatu e uma correia de trator para não denunciar os abusos sofridos desde que eram crianças.

Da sentença que condenou P.B.S. e sua esposa C.S.S. ainda cabe recurso ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul.

P.B.S. e sua esposa C.S.S. permanecem presos desde 18.04.2012, o que demonstra que os autores de tais crimes são severamente punidos pela ação da Polícia e da Justiça.

 

Crédito: Delegado de Polícia Anderson Silveira de Lima

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat