• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Carlos Barbosa bate Malwee na prorrogação e conquista título

Digiqole ad

O Carlos Barbosa é o novo campeão de Liga Fustal. Nesta segunda-feira, a equipe comandada por Paulo Cezar Mussalem foi derrotada no tempo normal pela Malwee, por 4 a 3, mas triunfou na prorrogação, por 2 a 0 e calou o ginásio de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina. O gol do título foi marcado pelo goleiro Lavoisier a dez segundos do fim. A primeira partida da final terminou com vitória dos gaúchos por 4 a 2.

A conquista de Carlos Barbosa quebra a hegemonia dos catarinenses, que haviam vencido as últimas duas edições da liga. Antes dessa conquista, o time gaúcho já havia levantado o troféu em 2001, 2004 e 2006. O principal desfalque do jogo foi o ala Falcão, da Malwee, que ainda se recupera de lesão e teve que assistir ao confronto do banco de reservas.

A partida começou bastante movimentada, com a Malwee buscando logo no início o gol que levaria a final para a prorrogação. Do outro lado, Carlos Barbosa se defendia bem e também levava perigo no contragolpe.

Para não sofrer gols, as duas equipes abusaram das faltas logo no início da etapa. E foi de uma infração cometida por Carlos Barbosa que a Malwee abriu o placar. Aos seis minutos de jogo, Lenísio bateu pênalti e marcou o primeiro. O gol deu mais tranquilidade aos catarinenses, que passaram a jogar com mais calma. No entanto, Carlos Barbosa logo empatou. Aos 10min, Rodrigo cobrou falta, Tiago rebateu com os pés e Jé aproveitou a sobra para igualar o placar.

No fim do primeiro tempo, Leco colocou a Malwee novamente na frente. Faltando dois minutos para o fim da primeira etapa, o fixo recebeu bom passe de Lenísio, fez o giro e bateu com força, tirando do alcance do goleiro Lavoisier. Um minuto mais tarde, os donos da casa aumentaram a vantagem. Cabreúva aproveitou cruzamento de Chocho e entrou de carrinho para marcar.

No último lance do primeiro tempo, Sinoê descontou para os gaúchos. O pivô fez bonito lance, cortou o defensor e bateu, a bola ainda desviou em Leco antes de entrar. Os catarinenses reclamaram, alegando que o cronômetro já havia zerado quando Sinoê fez o chute, mas o gol foi validado pela mesa de arbitragem.

A segunda etapa começou com o Carlos Barbosa buscando ocupar os espaços da quadra e marcar o gol que garantiria o título. Os gaúchos criaram boas chances, mas esbarraram seguidamente na grande atuação de Tiago. Faltando quatro minutos para o fim do jogo, os gaúchos finalmente conseguiram o gol que garantiria o título: Jé, com o pé esquerdo, bateu forte no ângulo de Tiago para marcar. No entanto, quando faltavam 43 segundos para o término do tempo regulamentar, Lenísio recebeu passe de Xande e colocou a Malwee à frente do placar.

Com a vitória dos catarinenses no tempo normal, o jogo foi para a prorrogação, em que nenhuma das duas equipes detinha a vantagem.O vencedor do tempo extra levaria o título. Em caso de empate, a decisão iria para os pênaltis.

Neste cenário, os dois times preferiram manter a cautela e não arriscar muito na prorrogação, privilegiando a força na marcação e a segurança na troca de passes. No fim da primeira etapa, Lenísio recebeu em boa condição, bateu tirando de Lavoisier, mas acertou a bola na trave. No segundo tempo, Sinoê começou a festa dos visitantes. Após grande jogada de Daniel, o pivô recebeu o passe e, de dentro da área, marcou o gol, a menos de dois minutos do fim. Faltando dez segundos, Lavoisier selou o placar, ao bater de sua própria área sobre o goleiro linha da Malwee.

 

Crédito: Terra

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat