• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Campos: RS enfrenta “ausência da solidariedade do governo federal”

 Campos: RS enfrenta “ausência da solidariedade do governo federal”
Digiqole ad

Menos de um mês após garantir o palanque do PMDB no Estado, o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) retornou ao Rio Grande do Sul nesta quarta-feira para dar largada na sua campanha à Presidência da República em terras gaúchas.

Em Cachoeirinha, o socialista discursou para centena de militantes, que lotaram o CTG Rancho da Saudade, ao lado do pré-candidato ao Piratini José Ivo Sartori (PMDB) e do pré-candidato ao Senado Beto Albuquerque (PSB). Críticas aos governos estadual e federal deram o tom da fala de Campos, que vem ao Estado pela terceira vez neste ano.

— O Rio Grande do Sul, com a força da sua economia, sabe muito bem a situação que o Estado vive, de garroteamento completo de suas finanças, de ausência da solidariedade do governo federal.

No discurso de 20 minutos, Campos reconheceu que o Brasil vinha “experimentando ciclos de melhora importantes”, mas que, agora, a inflação está “corroendo a renda da massa trabalhadora” e que o país vive um “processo de desindustrialização”.

— Não podemos permitir que o Brasil fique dividido na base do nós e eles, nessa polarização que já levou 20 anos do Brasil. O Brasil precisa de unidade, e eles dividem o Brasil — disse, fazendo uma referência aos governos do PT e PSDB.

O ex-governador de Pernambuco ainda irá visitar ao Complexo Hospitalar Santa Casa de Misericórdia e ministrar uma palestra para jovens no Curso Pré-vestibular Unificado.

 

Crédito: ClicRBS

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat