• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Campanha para atualizar caderneta de vacinação iniciará sábado

Digiqole ad

Para melhorar a cobertura vacinal das crianças, o Ministério da Saúde, em conjunto com as secretarias estaduais e municipais de saúde, realiza em todo o País campanha para atualizar a caderneta de vacinação infantil. A ação ocorrerá no período de 18 a 24 de agosto. O anúncio foi feito nesta terça-feira pelo ministro Alexandre Padilha. O dia D de divulgação e mobilização nacional ocorrerá no sábado, quando haverá passe livre nos ônibus de Porto Alegre.

Na campanha serão oferecidas à população alvo – crianças menores de cinco anos – todas as vacinas do calendário básico. São elas: BCG, hepatite B, pentavalente, Vacina Inativada Poliomielite (VIP), Vacina Oral Poliomielite (VOP), rotavírus, pneumocócica 10 valente, meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e DTP (difteria, tétano e coqueluche). A pentavalente e a Vacina Inativada Poliomielite (VIP) também passam a fazer parte da lista.

Além da atualização das vacinas, as crianças moradoras das regiões Norte, Nordeste e dos vales do Jequitinhonha e Mucuri, em Minas Gerais, receberão suplemento de vitamina A. A medida integra o Programa Brasil Carinhoso, lançado em maio desde ano e que tem como meta a superação da extrema pobreza na primeira infância.

Todos os menores de cinco anos devem ser levados a um posto de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS) para que a caderneta de saúde seja avaliada e o esquema vacinal atualizado, de acordo com a situação encontrada. “Melhorar a cobertura vacinal das crianças significa diminuir o risco de transmissão de doenças que podem ser evitadas”, explica o ministro da Saúde. Segundo Padilha, a ação também permite reduzir as taxas de abandono do esquema vacinal.

Para a operacionalização da campanha, serão disponibilizados cerca de R$ 18,6 milhões, transferidos do Fundo Nacional de Saúde (FNS) aos fundos estaduais e municipais. Aproximadamente 34 mil postos fixos de vacinação estarão abertos, além de postos volantes. Haverá o envolvimento de 350 mil profissionais de saúde e a utilização de cerca de 42 mil veículos. O público-alvo nesta faixa etária é de 14,1 milhões de crianças.

 

Crédito: Correio do Povo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat