• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Brasil deve levar delegação recorde para Jogos Pan-Americanos de Toronto

 Brasil deve levar delegação recorde para Jogos Pan-Americanos de Toronto
Digiqole ad

Os Jogos Pan-Americanos de Toronto, que começam daqui a 100 dias, devem ser históricos para o Brasil, na sua preparação para receber a Olimpíada de 2016. A delegação de cerca de 600 atletas será o maior já enviada para um evento esportivo fora do Brasil. Na edição do Rio, em 2007, foram 660 atletas. Os Jogos Pan-americanos Toronto 2015 reunirão mais de 6 mil atletas de 41 países das Américas na disputa por medalhas em 36 esportes e 52 modalidades.

Em Guadalajara 2011 foram 515. Atualmente, o país conta com 460 vagas garantidas na competição continental, que será realizada entre 10 e 26 de julho. O chefe da Missão Brasileira em Toronto será o medalhista olímpico e membro do Comitê Olímpico Internacional, Bernard Rajzman, que está na cidade canadense junto com outros integrantes do COB para definição de detalhes da participação brasileira na competição.

A meta do COB em Toronto é colocar o Brasil entre os três principais países no quadro total de medalhas das modalidades olímpicas e superar o número de pódios de Guadalajara 2011 – 141 medalhas, sendo 48 de ouro, 35 de prata e 58 de bronze. Mas em virtude do calendário de Campeonatos Mundiais este ano, algumas modalidades não levarão seus principais atletas para o Canadá.

“Esta é a nossa quarta e última visita de inspeção. Já temos toda a operação que envolve a delegação brasileira detalhada. Agora é colocar o nosso planejamento em prática e dar todas as condições para que os atletas só se preocupem em competir e descansar”, avaliou Bernard. 
  
“Cada modalidade montará sua estratégia. A importância do Pan varia para cada atleta e modalidade. Mas a nossa meta é a mesma das duas últimas edições, em que obtivemos êxito. Nosso objetivo no Pan é chegar entre os três primeiros países no total de medalhas em disputa nas modalidades olímpicas”, definiu o diretor executivo de esportes do COB, Marcus Vinicius Freire.

Em Toronto, o Brasil competirá em todas as modalidades olímpicas e em seis pan-americanas – boliche, caratê, esqui aquático, patinação artística, softbol e squash. O Brasil não enviará representantes nas seguintes modalidades: beisebol, hóquei sobre grama (feminino), raquetebol e patinação velocidade.

Para algumas modalidades, os Jogos Pan-Americanos serão a chance de confirmar vagas na delegação para o Rio 2016. “Atletismo e natação utilizarão o evento para obtenção de índices. Já modalidades como levantamento de peso, pentatlo moderno, taekwondo, tiro esportivo e o triatlo podem conquistar no Canadá vagas para os Jogos Olímpicos do ano que vem”,  explicou Adriana Behar, gerente geral de planejamento esportivo do COB. 

Para o hóquei sobre grama brasileiro, no entanto, Toronto 2015 será decisivo. “O time masculino deve ficar entre os seis primeiros para se qualificar para os Jogos Olímpicos do ano que vem. Será a última chance de levar a equipe para o Rio 2016”, salientou Adriana Behar.

A canoagem slalom, o handebol e o hipismo também são modalidades classificatórias no Pan, mas que o Brasil já está garantido em 2016. Assim como nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, com o Crystal Palace, em Toronto a delegação terá uma base exclusiva de treinamento, que será montada pelo COB na Universidade de York, mesmo local de competições do atletismo e tênis.

 

Crédito: http://correiodopovo.com.br/Esportes/552842/Brasil-deve-levar-delegacao-recorde-para-Jogos-PanAmericanos-de-Toronto

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat